terça-feira, 9 de agosto de 2022

Moto é roubada do estacionamento da prefeitura de Dourados

Uma moto foi furtada na Rua Coronel Ponciano no estacionamento da prefeitura de Dourados.
Maria Ilza Sanselice, de 55 anos, estacionou a moto Honda Titan Fan KS, com placa HTU 2933, no local, e quando retornou percebeu que ela havia sido roubada.
A ocorrência foi encaminhada ao 1º Distrito Policial (Dourados News)

Polícia começa a analisar imagens de câmeras da Globo e não descarta colocar BBBs frente a frente

Portal R7

 

O delegado Antonio Ricardo Nunes, titular da Delegacia da Taquara (32ª DP), deve começar nesta quarta-feira (18) a analisar as imagens que recebeu do programa Big Brother Brasil 12, da TV Globo. A Polícia Civil investiga se houve abuso sexual de Daniel contra Monique na madrugada do último domingo (15).

 

 

Nunes investiga a hipótese de a sister ter sido abusada pelo brother quando ficou inconsciente após ter ingerido grande quantidade de bebida alcoólica durante uma festa no sábado (14). Com isso, ele vai confrontar os depoimentos dos dois participantes. Se a gravação for diferente do que ambos falaram, pode acontecer uma acareação, segundo o delegado.

 

Na tarde de terça-feira (17), Nunes ouviu os dois participantes do programa e os dois negaram o estupro. A equipe da Polícia Civil esteve no Projac, na zona oeste do Rio, na tarde de terça. Os depoimentos duraram cerca de uma hora e meia e foram colhidos fora da casa do BBB, em um escritório do Projac. O delegado disse que Daniel e Monique não assistiram ao vídeo que mostra os dois embaixo do edredom.

 

– Não quer dizer que ao final do inquérito isso [estupro] se configure como tal. Isso pode mudar no decorrer das investigações.

De acordo com o artigo 225 da lei 8.072, que trata de crimes hediondos, quando a pessoa se encontra em situação vulnerável, a ação criminal pode ser feita mesmo sem o consentimento da vítima.

– O inquérito segue sem a manifestação da vítima. Em caso de estupros de vulnerável a vítima não é qualificada para dar queixa ou não. Trata-se de ação penal pública incondicional.

 

 

Segundo o delegado, foram ouvidos apenas Monique e Daniel. Mais cedo, ele havia cogitado tomar depoimentos de outros brothers. Nunes disse ainda que começou as investigações na Argentina, onde até segunda-feira (16) passava férias.

 
Daniel foi eliminado do programa na noite de segunda. Veja a nota emitida pela TV Globo.

 
Daniel foi eliminado do Big Brother Brasil 12 no início da noite de segunda-feira devido a um grave comportamento inadequado. Após rigorosa avaliação da Rede Globo, iniciada no domingo de manhã, a notícia foi comunicada ao ex-brother”. O apresentador da atração, Pedro Bial, anunciou a decisão na edição da última noite.

 

 

Homem é assassinado com quatro tiros em Dourados

José Tiago Silva Vieira, 24 anos, vulgo Lobisomem, morador no jardim Monte Líbano, periferia de Dourados, foi assassinado por volta das 29h50 de ontem, quando trafegava de bicicleta pela rua João Paulo Garcete, no jardim Santa Brígida.

 

 

Segundo informações de populares, a vitima trafegava em uma bicicleta, tipo Ventura, nas cores branca e azul, quando dois homens em uma motocicleta Yamaha XTZ, de cor vermelha se aproximaram, momento em que o carona efetuou vários disparos de arma de fogo, que atingiram Lobisomem nas costas duas vezes, uma vez no abdome e uma na mão esquerda. A vitima morreu no local.

 

 

Peritos da Polícia Civil de Dourados compareceram ao local do crime, onde foi feito os levantamentos de praxe. O corpo de José Tiago foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Dourados, onde será submetido a exame de necropsia, para em seguida ser liberado para sepultamento. (Dourados News)

Justiça determina que MEC mostre redações do Enem

Em resposta a uma ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Federal do Ceará, a Justiça Federal no estado determinou  que o Mec (Ministério da Educação) disponibilize a todos os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2011 a correção da redação.

 

A decisão foi tomada pelo juiz federal da 1ª Vara do Ceará, Luis Praxedes Vieira da Silva, o mesmo que havia determinado a anulação das questões vazadas do Enem 2011 a todos os participantes da avaliação federal – a decisão foi revertida depois. “Todos têm direito a receber dos órgãos públicos informações de seu interesse particular, ou de interesse coletivo ou geral”, diz Praxedes em seu despacho. “O cerceamento de defesa sofrido pelos candidatos, consubstanciado no não acesso aos documentos em questão, configura ofensa ao princípio constitucional da ampla defesa e do contraditório.”

 

O juiz do Ceará pede que a determinação seja cumprida imediatamente. Contudo, o MEC ainda pode recorrer da decisão.

 

Desde que foram divulgados os boletins de desempenho do Enem 2011, no final do ano passado, estudantes vêm mostrando descontentamento com a correção das provas. O MEC admite ter alterado a correção 130 redações desde então. O primeiro caso foi registrado em São Paulo: um estudante do Colégio Lourenço Castanho recebeu inicialmente nota zero na redação, alterada, após ação na Justiça, por 880.

 

A redação do Enem, que teve com tema “Viver em rede no século 21: os limites entre o público e o privado”, vale 1.000 pontos e é fator decisivo na hora da disputa por uma das vagas oferecidas em universidades federais pelo Sistema de Seleção Unificada (SiSU). Os participantes que tiveram a redação anulada não podem se cadastrar no sistema do MEC.

 

Em agosto do ano passado, o Inep assinou um Termo de Ajustamento de Conduta com o MPF comprometendo-se a enviar uma cópia da correção da redação a todos os participantes do Enem. O compromisso firmado, porém, só terá validade a partir de 2012. De acordo com o Inep, a medida terá caráter “pedagógico”, já que as notas não poderão ser questionadas. (Veja.com)

Egressos de Biologia da Unigran se destacam em seleções de Mestrado

Decom

 

O curso de Ciências Biológicas da UNIGRAN já iniciou o ano com boas notícias. Os egressos, Thiago Silva Teles e Michele Castro de Paula, que concluíram o curso em 2011, foram aprovados no programa de mestrado da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), na área de Entomologia e Conservação da Biodiversidade.

 
O egresso Thiago, além de conquistar a primeira colocação no mestrado da UFGD, comemora também a aprovação no programa de mestrado em Ciência Animal da UFSM (Universidade Federal de Santa Maria).

 
“Eu fazia estágio na Embrapa durante o curso e desenvolvia pesquisas trabalhando com nematoides, que são invertebrados, vermes, e, essa vivência com a pesquisa também me incentivou a seguir essa carreira”.

 

Thiago destaca também que a formação recebida pela UNIGRAN contribui muito para estes resultados. “A instituição possui uma ótima infraestrutura da biblioteca, de laboratórios, e qualquer pesquisa que quiséssemos fazer, nós tínhamos o laboratório disponível e principalmente o incentivo dos professores, que sempre nos auxiliaram, seja com o apoio na parte de conhecimentos, quanto com o apoio moral”, ressalta.

 
Michele Castro de Paula, também aprovada no mesmo programa da UFGD agradece todo o incentivo oferecido pelo curso da UNIGRAN. “A instituição tem professores muito capacitados e a gente acaba se inspirando neles”, destaca.

 
O coordenador do curso de Ciências Biológicas, Vanderlei Berto Júnior, comemora os resultados juntamente com os egressos. “Aqui na UNIGRAN temos um grande incentivo das pró-reitorias para que essas pesquisas de iniciação científica aconteçam. A Instituição conta com veículos para coleta de dados disponíveis para os alunos pesquisadores, além de fornecimento de material. Por isso este desempenho dos nossos alunos é muito gratificante”, conta o coordenador.

 
De acordo com o coordenador do curso, outro fator que contribui para o incentivo à pesquisa é parceria que a UNIGRAN possui com a Embrapa. “Muitos de nossos alunos vão fazer estágio lá, que é uma instituição de pesquisa. Esse é o caso do Thiago, que hoje está entrando no mestrado”, finaliza.

 
VESTIBULAR

 
Para o Processo Seletivo Vestibular 2012, a UNIGRAN oferece vagas para o curso de Ciências Biológicas. As inscrições podem ser feitas até o dia 27 de janeiro, por meio do site www.vestibularunigran.com.br. A taxa de inscrição é de R$ 25,00. As provas serão realizadas no dia 29, às 14 horas, na UNIGRAN.

Candidata deixa prova do Enem 2011 em branco e tira nota maior que a mínima

UOL

 

Mesmo deixando prova em branco, candidata tirou mais que pontuação mínima no Enem

Uma candidata que fez o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2011 e entregou a prova em branco tirou notas maiores que as mínimas registradas no teste. Além disso, ao questionar o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) sobre o motivo, recebeu um documento com uma série de erros de português.

Mônica Nunes é professora de física em um cursinho de Campinas (SP) e foi fazer a prova para poder levar o caderno de questões. A docente afirma que chegou a resolver a prova da disciplina que leciona, mas não passou a resposta para o gabarito –nem da prova de física, nem de nenhuma outra. Ela somente assinou a folha de respostas e preencheu a frase de verificação. “Eu deitei e dormi. Dormi o tempo inteiro”, diz.

Mônica diz que foi checar o resultado por curiosidade e se assustou quando viu que só tinha uma nota zero –a da redação. “Imaginei que fosse encontrar um monte de zero. Um professor de matemática, que é meu namorado, preencheu matemática direitinho. Ele tinha chutado todo o resto da prova. Mesmo com os chutes, havia tido uma nota razoável”, conta.

Por causa da TRI (Teoria de Resposta ao Item), não é possível tirar nota zero nas provas objetivas, só na redação. As menores notas possíveis são exatamente as mínimas, divulgadas pelo MEC (Ministério da Educação) no final de dezembro. Ao saber disso, Mônica decidiu questionar o Inep o motivo de não ter ficado com o mínimo em três provas.

ERROS DE PORTUGUÊS
Ela entrou em contato com o “Fale com o Inep” no dia 2 de janeiro. A resposta continha problemas de concordância e de acentuação:

Foi divulgado uma nota técnica no portal do inep explicando o TRI, assim como tambem foram divulgadas as notas máximas e minimas para cada matéria, sendo que ninguém ficará abaixo do minimo disponibilizado como também não ficará acima da máxima disponibilizada. Atenciosamente, MEC/INEP.”

Anhanguera Dourados oferece 111 vagas do ProUni

Assessoria

 

Com a oferta de 111 bolsas, a Anhanguera Dourados está entre as instituições do Brasil com o maior número de vagas do Programa Universidade para Todos (ProUni) do Ministério da Educação (MEC), para o primeiro semestre de 2012. Em todas as unidades existem bolsas integrais e de 50%, com disponibilidades em vários cursos presencias e à distância, como: Administração, Pedagogia, Marketing, Ciências Contábeis, entre outros. As inscrições para as vagas do programa se encerram na próxima quinta-feira (19).

Serão duas convocações dos pré-selecionados. A primeira chamada será divulgada no dia 22 (domingo). Do dia 23 (segunda-feira) até o dia 1º de fevereiro (quarta-feira), o pré-selecionado terá prazo para comparecer à instituição de ensino com a documentação e providenciar a matrícula. A segunda chamada está prevista para 7 de fevereiro (terça-feira), com prazo para matrícula e comprovação de informações até o dia 15 de fevereiro (quarta-feira).

Podem se candidatar às bolsas integrais os estudantes com renda familiar per capita de até 1,5 salário mínimo (R$ 933,00). As bolsas parciais são destinadas a candidatos com renda familiar de até três salários mínimos (R$ 1.866,00) por pessoa. Além de ter feito o Enem 2011, com um mínimo de 400 pontos na média das cinco notas do exame e pelo menos nota mínima na redação, o candidato deve ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou como bolsista integral em escola particular.

 

Todas as informações e as lista com as unidades e os cursos oferecidos podem ser obtidos pelo site http://prouniportal.mec.gov.br/.

Classe C impulsionará turismo no Brasil em 2012

Pesquisa mensal da FGV (Fundação Getúlio Vargas ), encomendada pelo Ministério do Turismo, aponta que em dezembro de 2011, 34% das famílias brasileiras entrevistadas pela Sondagem de Intenção de Viagem do Consumidor tinham planos de viajar. Em 2010, o índice foi menor: 29,7% dos consultados disseram ter a intenção de conhecer outros lugares. Uma das leituras que o estudo permite é que o mercado de turismo, se bem explorado, pode garantir o sucesso de quem empreende neste nicho.
De 2007 a 2010, o segmento registrou um crescimento de 16%, com 50 milhões de brasileiros viajando no período. Os números positivos empolgam a rede hoteleira, agentes de viagens e operadoras, que têm aproveitado o bom momento da economia brasileira para atrair a Classe C.
Para o diretor de comunicação da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa), Luiz Filipe Fortunato, o potencial deste nicho de mercado foi melhor avaliado no segundo semestre de 2010. “Desde então, as operadoras criaram roteiros de viagem com serviços e preços mais acessíveis para atrair esse público”, diz.

Para a associação, é na classe C que o setor deve focar para conseguir os 10% de crescimento estimados para este ano. Mesmo sendo uma projeção menor do que a de 2011 – quando a expansão ficou em 20% -, Fortunato aponta que o mercado continuará impulsionado pela nova classe C. “Temos 100 milhões de clientes potenciais que ainda não viajaram ao exterior”, diz ele. Pesquisas da Braztoa indicam que o Nordeste é o destino de viagem mais procurado pelos brasileiros.
Do ônibus para o avião
Criada em 2003, a Vai Voando definiu a classe D como público-alvo. Com um modelo de negócio diferenciado – adota o sistema pré-pago de passagens e demais serviços -, a empresa já atendeu a mais de 20 mil clientes.
Para o proprietário da agência, Thomas Rabe, 2012 continuará positivo para o turismo voltado a pessoas de baixa renda. “Este ano, teremos muita gente com renda excedente para comprar pacotes de viagens”, diz o empreendedor. A empresa atrai seu público com serviços que facilitam e diminuem os gastos com uma viagem.

Para Rabe, o que sustenta seu negócio é a migração das pessoas que, antes, viajavam de ônibus e agora utilizam o avião. “No mercado de baixa renda, temos ainda milhões de pessoas migrando do ônibus para o avião. Isso aquecerá novas vendas ao longo deste ano”, enfatiza.

Segundo o empresário, o público cativo de sua agência tem, principalmente, o Nordeste como destino. “A maior procura por passagens aéreas é para Fortaleza, Recife, João Pessoa, Campina Grande, Teresina e São Luís”, diz.
Por sua vez, a CVC apostou em um novo modelo de loja, no fim de 2011. Instalada na estação Butantã do metrô paulistano, por onde passam 45 mil pessoas diariamente, a agência aproveita o grande fluxo de passageiros para mostrar seus serviços.

A Braztoa prevê que para o setor do turismo crescerá três vezes mais que o Produto Interno Bruto (PIB) estimado para 2012, com expansão entre 10% a 15%. Os principais fatores que influenciarão nesse crescimento serão a proximidade dos megaeventos esportivos sediados no Brasil – Copa das Confederações de 2013, Copa do Mundo de 2014, Copa América de 2015 e os Jogos Olímpicos de 2016 -, assim como o aumento da classe C, que deve manter a tendência de crescimento. (Terra)

Candidatos do Enem terão acesso à correção da redação a partir deste ano

Agência Brasil

 

O MEC (Ministério da Educação) informou  que a partir deste ano todos os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terão acesso à correção da prova de redação, em cumprimento a um acordo firmado com o Ministério Público Federal (MPF) no ano passado.
As explicações serão encaminhadas à Justiça em resposta a ações do MPF no Ceará e da Defensoria Pública do Rio de Janeiro que solicitaram que todos os estudantes inscritos no último Enem pudessem ter acesso às redações.
O edital do Enem não prevê a possibilidade de recurso, por isso muitos estudantes recorreram à Justiça para ter acesso à prova e tentar alterar a nota obtida. De acordo com o MEC, foram recebidos 122 pedidos judiciais de vista da prova da redação e todos foram atendidos. Desse total, 79 resultaram em pedidos de revisão das notas, mas apenas em um casos houve alteração da pontuação por determinação da Justiça e o MEC informou que irá recorrer.

Entre os esclarecimentos que o ministério irá prestar à Justiça Federal, por meio da Advocacia-Geral da União (AGU), está o de que até o ano passado não havia uma ferramenta digital disponível para a consulta dos 4 milhões de participantes às folhas de resposta que trazem a correção da redação.

Segundo o MEC, a tecnologia utilizada nas inscrições do Enem e do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que não apresentaram problemas neste ano, permitirá que o procedimento seja adotado a partir deste ano. O acordo firmado com o MP, entetanto, não garante que o participante poderá recorrer da nota alcançada.

Sobre as 129 provas que apresentaram “erro material” na sua correção, o MEC informou por meio de sua assessoria de imprensa que todas as eventuais alterações foram comunicadas aos candidatos. De acordo com o ministério, essas provas apresentaram problemas de inconsistência nos dados que incluem rasuras no código de barra que faz a identificação do candidato, número de documento impressos errados e casos de homônimos (estudantes com o mesmo nome).
Segundo o MEC, a identificação desses casos e alteração de notas é uma providência de rotina. Em um dos casos, por exemplo, o número da identidade de um aluno de Minas Gerais estava incorreto e por isso a prova dele não foi localizada. O entendimento era de que ele não tinha comparecido à prova e, portanto, a nota atribuída foi zero. Mas, depois que o estudante entrou em contato com o ministério para comunicar do erro, a prova foi localizada e a pontuação corrigida.

Determinação da Anvisa coloca em risco profissionais da saúde

Assessoria

 

A ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) passou a permitir a utilização de luvas de vinil para procedimentos não cirúrgicos na área da saúde, determinação que coloca em risco os profissionais da área e também pacientes. A luva de vinil não é recomendada para esta finalidade em outros países, pois apresenta qualidade inferior e risco de contaminação muito maior quando comparada à luva de látex.

Além disso, a RDC nº 55/2011, resolução da Anvisa publicada recentemente, que entrará em vigor a partir de maio de 2012, exclui as luvas isentas de látex, como as luvas de vinil e de borracha sintética, do sistema de certificação compulsória do Inmetro. Ou seja, estes modelos não passarão mais por avaliação de qualidade, sendo comercializadas livremente no mercado nacional sem comprovação de eficácia, diferentemente das luvas de látex, que continuam tendo sua qualidade verificada a cada seis meses, conforme disposto na Portaria nº 233 do Inmetro, de 30 de junho de 2008.

A diferença entre os dois tipos de luvas está na matéria-prima utilizada, que confere diferentes características ao produto. Enquanto as luvas de látex destacam-se pela resistência, flexibilidade, elasticidade e conforto, as luvas de vinil são fabricadas a partir de cloreto de polivinila (PVC), um material plástico muito menos flexível, elástico e durável, e mais suscetível a rompimentos e falhas, como microfuros. Outro risco da luva de vinil é o fato de ela apresentar DEHP na sua composição, um componente prejudicial ao organismo que pode ser transferido da luva para o organismo e apresenta toxicidade, especialmente em meninos em fase de desenvolvimento.

A Associação Brasileira de Importadores de Luvas para Saúde (ABILS) observou um aumento na procura de luvas sintéticas, como vinil, nitrilo e neoprene, devido à necessidade de realização de procedimentos em pacientes alérgicos ao látex e também pela identificação de reações alérgicas ao látex nos profissionais de saúde.

As luvas de vinil já foram consideradas uma alternativa interessante às luvas de látex. Porém, após diversos estudos em relação à sua eficiência como barreira de proteção, ficou comprovado que elas proporcionam segurança muito inferior e não apresentam barreira microbiológica. Assim, a recomendação para casos de hipersensibilidade é que as luvas de látex tradicionais sejam substituídas por luvas de látex sem pó (Powder Free) e/ou luvas de borracha sintética, como o nitrilo. Estas opções são regulamentadas desde 2008, estando sujeitas à Certificação pelo Inmetro, atestando eficácia e proteção. Em torno de 90% dos pacientes e profissionais alérgicos ao látex não apresentam hipersensibilidade quando utilizam luvas sem pó.

A ABILS e os fabricantes nacionais de luvas de látex, preocupados com a qualidade da luva na área de saúde, são contrários a essa resolução da Anvisa e desejam alertar os profissionais sobre os riscos de optar pelas luvas de vinil, tanto para a sua saúde quanto dos pacientes. Pergunta-se por que a Anvisa está desconsiderando as estatísticas de falhas das luvas de vinil apresentadas nos estudos científicos internacionais? Não há justificativa plausível para que no Brasil haja diferentes critérios de controle de qualidade das luvas que possuem a mesma finalidade de uso.

Polícia divulga nome de acusado de receptar fios do estádio Douradão

Foi identificado como Maurício da Silva Lopes, de 26 anos, o acusado de receptar os fios roubados do estádio Douradão. Maurício trabalhava como gerente de uma sucata localizada na Rua Wilson Dias Pinho, no Jardim Márcia, em Dourados.

 

Maurício da Silva foi preso, acusado de receptação (Foto- Osvaldo Duarte)

Foi encontrado no local toda a fiação que havia sido roubada. A maioria do matérial já havia sido derretido.

 

A polícia ainda investiga a participação de um homem de 59 anos, que teria colaborado no roubo. (Dourados News)

 

Homem é preso após cantar ‘Ai se eu te pego’ para mulher de PM em SP

Um lixeiro foi detido na última quinta-feira (12) depois de cantar a música “Ai se eu te pego”, de Michel Teló, para a mulher de um policial em Votuporanga, São Paulo. De acordo com o delegado do 3º DP, Ali Hassan Wanssa, o rapaz também teria xingado o oficial com palavrões.

 

O PM, que estava em férias, caminhava com a família próximo ao Cemitério Municipal, quando o lixeiro, que trabalhava no local, começou a cantar a música para a mulher do policial. Conforme o delegado, o rapaz teria usado o trecho “Delícia, assim você me mata, ai se eu te pego”.

 
“O oficial viu que era uma afronta pelo fato de ele ser PM e não falou nada. Mas, em seguida, o coletor de lixo começou a dizer ‘você é policial, você é bandido, tem que morrer’ e o xingou com uma série de palavrões”, disse Ali Wanssa.
A polícia foi acionada e levou o rapaz para a delegacia. Segundo o delegado, o lixeiro é ex-presidiário e tem passagens pela polícia por furtos e tráfico de drogas.

 
Após ser registrado um termo circunstanciado, o suspeito foi liberado. Ele responderá por desacato. (Jornal do Brasil)

‘Comportadas’, grifes evangélicas lucram com público segmentado

Ivove Gonçalves é dona da Raje, uma das mais antigas confecções de moda evangélica em São Paulo (Foto: Anay Cury/G1)

Em meio ao competitivo mercado da moda, a confecção de Fabrício Guimarães Pais tem visto sua produção crescer cerca de 20% a cada ano. O segredo do empresário foi encontrar o público certo.

“Depois que mudamos para moda evangélica, nosso faturamento aumentou de forma considerável”, diz Pais, diretor da Kauly Moda Evangélica, instalada no Brás, tradicional centro de compras da capital paulista, e que hoje fabrica 30 mil peças por mês e lança de 100 a 200 modelos diferentes em cada coleção.

 

Assim como Pais, empresários do ramo de confecção têm investido cada vez mais na moda evangélica, atendendo à mulher que antes tinha de procurar em lojas não especializadas roupas que correspondessem ao estilo exigido pela maioria das igrejas: mais comportado, porém, não menos sofisticado.

 

“A gente conseguiu achar esse mercado, que é um mercado inovador, que muita gente procurava essa moda, mas que quase ninguém fabricava. Um pouco, acho, por medo. (…) Todo mundo tem um pouco de medo de fazer um foco só, direcionado, e a roupa não vender. No nosso caso, poderia ter dado tudo errado”, conta Pais.

 
Nas mãos dessas confecções brasileiras, o que poderia ser encarado como limitação se transforma em estímulo para criar peças cada vez mais modernas, sem deixar de obedecer às regras de vestimenta dos evangélicos, que, embora tenham algumas variações, dependendo da igreja, vetam calças, decotes e transparências. De acordo com os dados mais recentes do IBGE, com base no Censo de 2000, a população de evangélicos do país era de 26,18 milhões.

 

Outros empresários viram na necessidade da própria família uma oportunidade de negócio. Sabendo que a principal queixa das mulheres era encontrar roupas adequadas às exigências, mas com estilo, Laerte de Oliveira Tolentino entrou no ramo de moda evangélica e viu sua equipe crescer de 20 para 250 funcionários diretos e indiretos em dez anos.

 

Dono das grifes de moda evangélica Applausos e Via Toletino, de Maringá, no interior do Paraná, o empresário agora tem planos de expandir seus negócios, melhorando seus pontos de venda, que hoje estão mais concentrados nas regiões Sul e Sudeste, e na qualidade dos produtos.

 

“A necessidade de segmentação vem se intensificando nos últimos anos. As mulheres evangélicas tinham muita dificuldade para conseguir roupas no estilo que precisavam e desejavam, porque a mulher evangélica também quer ficar bonita, na moda, quer frequentar os cultos bem vestidas. Ser vaidosa não é negativo”, diz Selma Felerico, coordenadora da pós-graduação na área de Comunicação da ESPM, especializada em estudos sobre o público feminino. (G1)

Cheques preenchidos com data de 2011 serão devolvidos a partir de fevereiro

A partir de fevereiro, os cheques preenchidos, por erro, com data de 2011 serão devolvidos pelas instituições financeiras, segundo a Febraban (Federação Brasileira de Bancos). Neste mês, os cheques serão compensados normalmente, após verificação pelos bancos.

Segundo a Febraban, no início do ano é comum que alguns clientes, por força do hábito, errem na hora de colocar a data, escrevendo o ano anterior. Para a federação, a decisão de receber os cheques com data errada em janeiro será benéfica para os clientes e reduzirá os impactos dos transtornos nos serviços de compensação dos bancos.

Pelas regras de compensação, o prazo para a apresentação do cheque ao banco é de 30 dias a contar da data de emissão, para os documentos emitidos na mesma praça do banco sacado, e de 60 dias para os cheques emitidos em outros locais. Mesmo depois desse período, há ainda seis meses para que haja prescrição do cheque. Quando o cheque é apresentado após o prazo de prescrição, é devolvido mesmo que haja saldo disponível.

A orientação do Banco Central é que, ao perceber que a data ficou errada no cheque, o cliente faça uma ressalva no verso da folha com nova assinatura e data correta. (Agência Brasil)

Rapaz é vítima de sequestro relâmpago e tem carro roubado na Capital

Um rapaz de 27 anos foi sequestrado por quatro homens armados na tarde ontem, no bairro Tijuca, em Campo Grande.

De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima conduzia um veículo Honda City quando foi abordada pelos bandidos. O grupo anunciou o assalto e colocou o rapaz dentro do porta-malas do carro.

 

Em seguida, apenas dois ladrões seguiram no veículo, enquanto os outros ficaram no local. A vítima foi abandonada pelos sequestradores no local conhecido como estrada do Alegrete, já no município de Rio Brilhante, distante 163 quilômetros de Campo Grande. A dupla fugiu levando o veículo sentido Dourados.

 

O rapaz, após ser socorrido, foi encaminhado para a delegacia de Rio Brilhante. Policiais do DOF (Departamento de Operações da Fronteira) e PRF (Polícia Rodoviária Federal) foram acionadas para realizarem buscas a procura dos sequestradores. (Campo Grande News)