quarta-feira, 4 de agosto de 2021
  • LEIA MAIS
  • Política
  • Alan garante a Marçal que atendimento na PAI será retomado na segunda

Alan garante a Marçal que atendimento na PAI será retomado na segunda

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Deputado Marçal esteve com o Secretário Henrique Sartori e o prefeito Alan, que garantiu permanência da PAI no mesmo prédio (Foto: Divulgação)

O prefeito de Dourados, Alan Guedes, garantiu ao deputado estadual Marçal Filho que a PAI (Policlínica de Atendimento Infantil) manterá os atendimentos no mesmo prédio e que o retorno das consultas terá início a partir da segunda-feira, dia 21.

Durante encontro com o prefeito, o deputado mostrou preocupação quanto a proposta que vinha sendo discutida na prefeitura, de levar todos os atendimentos da PAI para o PAM (Pronto Atendimento Médico), misturando crianças e adolescentes com adultos.

Marçal Filho foi quem destinou recursos para construir a PAI, que tinha como proposta inicial atender população de 0 a 15 anos em diferentes especialidades médicas, no período de 24 horas. No entanto, ao ser ativado na gestão passada da prefeitura, o espaço foi transformado em Policlínica, para receber pacientes em horário comercial.

No início deste ano parte dos profissionais que atende na Policlínica tiveram os contratos de trabalho encerrados, gerando preocupação nos pais que já tratavam os filhos no local.

No encontro com Alan Guedes, o deputado Marçal pediu a ampliação de serviços ofertados na PAI, para fortalecer a equipe multidisciplinar, e o retorno das especialidades que deixaram de ser oferecidas nas últimas semanas. O prefeito garantiu que serão incluídos novos profissionais e haverá a retomada de especialidades como a psiquiatria infantil.

Além da garantia de manter as atividades da Policlínica no mesmo local, Marçal foi informado que as crianças e adolescentes não ficarão sem atendimento.  As famílias serão avisadas sobre o reordenamento das marcações já agendadas.

A informação da possível readequação da Policlínica gerou revolta de mães de pacientes que fazem tratamento dos filhos. Elas realizaram manifestação na Secretaria Municipal de Saúde de Dourados e procuraram o gabinete de Marçal, para que o deputado pudesse interceder junto ao prefeito, de forma que a Policlínica não fosse transferida para o PAM.

Fonte: Assessoria

Últimas notícias