domingo, 25 de fevereiro de 2024

Mauricio pede ampliação de idade para cargos da Polícia Militar e Bombeiros

Mauricio Lemes solicita o aumento de 5 anos na idade limite, ou seja, de 30 para 35 anos os quadros de oficiais e soldados e 40 aos quadros oficiais na área da Saúde

Compartilhar

Mauricio Lemes encaminhou pedido ao Governo do Estado (Foto: Valdenir Rodrigues)

O vereador Mauricio Lemes (PSB) apresentou na sessão ordinária desta terça-feira (7), na Câmara de Dourados, indicação endereçada ao governador Eduardo Riedel (PSDB), com cópias aos secretários de Estado Antônio Carlos Videira (Justiça e Segurança Pública) e Rodrigo Perez Ramos (Governo e Gestão Estratégica), solicitando estudos de viabilidade no sentido de ampliar a idade máxima para o ingresso nos concursos da Policia Militar e no Corpo de Bombeiros.

Segundo a legislação do Estado, a idade máxima para se candidatar ao cargo de policial militar ou bombeiro é de 30 anos. Neste sentido, o vereador solicita o aumento de 5 anos na idade limite, ou seja, de 30 para 35 para os quadros citados e 40 para os quadros oficiais na área da Saúde.

Mauricio justifica o pedido considerando às mudanças demográficas, sociais e tecnológicas que impactaram significativamente o perfil dos profissionais que buscam servir nas instituições militares. “A expectativa de vida da população tem aumentado ao longo dos anos, o que reflete uma tendência de prolongamento da carreira profissional. Dessa forma, a fixação de uma idade máxima mais flexível permitirá que indivíduos maduros e experientes possam contribuir com suas habilidades e conhecimentos adquiridos ao longo dos anos, enriquecendo as fileiras das forças militares”, enfatizou.

O vereador reforça ainda que com o aumento na idade limite garantiria a diversidade e a representatividade no setor da segurança pública, possibilitando uma maior inclusão de profissionais que, por diversos motivos, tenham iniciado suas carreiras em outras áreas e desejam contribuir para o bem-estar da sociedade por meio do serviço militar.

“A exemplo de outros estados que fizeram este ajuste na legislação, peço ao poder Executivo e aos nossos deputados estaduais, a elaboração de um Projeto de Lei visando estas adequações, garantindo assim que pessoas mais experientes ingressem na carreira militar, tão importante para a sociedade”, sugeriu Mauricio.

Fonte: Assessoria

Últimas notícias