segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024

Prefeitura de Dourados mantém tradição e paga servidores adiantado

Salário do mês de dezembro estará disponível para saque hoje (28)

Compartilhar

Atual gestão em 2023 disponibilizou os vencimentos antecipado (Foto: Divulgação)

Mantendo o compromisso e a tradição, o Prefeito Alan Guedes mais uma vez determinou o pagamento do salário dos servidores municipais adiantado. O salário referente ao mês de dezembro foi depositado nesta quarta (27) e estará disponível para saque na quinta (28).

“Desde o início do nosso trabalho nós priorizamos o pagamento adiantado da folha da dos servidores de Dourados. Em 2023, fomos a primeira cidade a depositar com integralidade o décimo terceiro no dia 14 de novembro e hoje, dia 27 de dezembro, nós depositamos a folha do mês de dezembro permitindo assim que os nossos servidores possam entrar o ano de 2024 focados e pensando, assim como eu, entregar ainda mais para a população de Dourados”, afirmou o Prefeito em vídeo divulgado nas redes sociais.

Compromisso e equilíbrio econômico

A Prefeitura de Dourados, por meio da Semfaz (Secretaria Municipal de Fazenda), informa que a folha de pagamento de dezembro é de R$ 35.205.210,77. O salário dos servidores municipais deve ser pago até o quinto dia útil do mês seguinte, mas a atual gestão em 2023 disponibilizou os vencimentos antecipado, uma forma de valorizar e reconhecer o desempenho do funcionalismo, além de fomentar a economia da cidade, movimentando o comércio e serviços em geral.

A antecipação só é possível graças ao compromisso com o  equilíbrio econômico financeiro e a responsabilidade fiscal, que garante ao Município a credibilidade na gestão pública. Em novembro, junto com o salário antecipado, o Prefeito Alan também determinou o pagamento do décimo terceiro dos servidores e garantiu um investimento na economia local, até o fim deste ano, de aproximadamente R$ 140 milhões.

“Estamos com nossas finanças equilibradas e esse planejamento faz parte do bom trabalho desenvolvido durante todo o ano”, afirmou Alan.

Fonte: Assecom

Últimas notícias