quarta-feira, 22 de setembro de 2021
  • LEIA MAIS
  • Entretenimento
  • Priscilla Alcantara se diz ‘finalmente livre’ do gospel para seguir carreira na música secular

Priscilla Alcantara se diz ‘finalmente livre’ do gospel para seguir carreira na música secular

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Priscilla Alcantara está em uma nova fase (Foto: Divulgação)

Gospel +

“Você está pronta para uma carreira no pop?”. Com essa pergunta, a Sony Music vem divulgando o novo trabalho da cantora Priscilla Alcantara, que afirmou estar “livre” do gospel.

A artista está prestes a lançar a música Tem Dias, que a gravadora vem divulgando como “a nova era de Priscilla Alcantara”.

Em uma entrevista à revista Glamour, a artista – que em outros momentos já havia afirmado sua intenção de deixar de ser conhecida como uma cantora gospel – declarou que não quer mais ter sua imagem associada ao segmento evangélico.

“Na verdade, se fosse pra eu me rotular hoje… diria que meu rótulo é livre. O que você é? Uma cantora gospel, secular? Eu sou livre! Eu sou uma artista livre e com raízes pra poder transitar por onde quiser”, afirmou Priscilla Alcantara.

No teaser de divulgação da música Tem Dias, ela diz que já conversou com Deus e precisava apenas assinar o contrato com a Sony Music. Não há maiores detalhes, mas o novo vínculo da artista com a empresa pode não envolver o selo gospel, do qual Priscilla Alcantara era parte há alguns anos.

“Já faz um tempo que minha estrada me traz até aqui, que eu busco uma maneira diferente de expressar minha voz como artista, porque eu quero falar com gente, eu quero falar com todos. Mas, primeiro era importante falar com Ele”, diz a cantora no vídeo, olhando para cima.

Em seguida, um corte no vídeo para indicar que está feliz com sua decisão: “Não, com Ele eu já falei, está tudo certo. Com ele, que eu precisava falar agora [presidente da gravadora], mas deu tudo certo, também. A gente já conversou outras vezes, na verdade. Eu ofereci essa aprendiz do pop ao mainstream, e não é que deu certo?”, acrescenta.

“Chegou a hora de dar esse passo, o primeiro de um novo caminho, nem melhor, nem pior. Diferente. E é aqui onde eu finalmente me sinto livre”, declara.

Últimas notícias