quarta-feira, 22 de setembro de 2021
  • Meio Ambiente
  • Seminário reuniu análises de especialistas sobre as águas de MS

Seminário reuniu análises de especialistas sobre as águas de MS

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Renato Câmara afirmou, na abertura do evento, que a iniciativa surgiu de um debate com o Rotary Club de Campo Grande (Foto - Divulgação)

A Frente Parlamentar de Recursos Hídricos da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), coordenada pelo deputado Renato Câmara (MDB), realizou nesta segunda-feira (7) o II Seminário Estadual da Água, com o tema “Múltiplas Conexões – Bacias hidrográficas dos rios Paraná e Paraguai”, o evento foi realizado de forma virtual e transmitido ao vivo pelos canais oficiais da Casa de Leis e página do Facebook do deputado.

Todos os assuntos debatidos e apresentados serão disponibilizados em publicação com o conteúdo das 14 palestras proferidas. “Vamos fazer a primeira publicação de um Seminário da Água. Esse material escrito vai se tornar referência sobre o tema, será um registro histórico. É difícil acharmos uma publicação com tantos detalhes”, completou o deputado.

No seminário, foram ouvidos profissionais diversos, professores, mestres e doutores, especialistas em recursos hídricos, saneamento ambiental, geoprocessamento, desenvolvimento sustentável, geociência e outras áreas. Entre os assuntos abordados nas palestras, estão o Corredor Bioceânico, saneamento e meio ambiente, água para consumo humano, gestão compartilhada de recursos hídricos, tratamento da água, educação ambiental e uso racional da água e do solo.

Renato Câmara afirmou, na abertura do evento, que a iniciativa surgiu de um debate com o Rotary Club de Campo Grande. “Esse seminário iniciou através de discussão e debate com Rotary Club de Campo Grande. Através desse seminário temos promovido anualmente o diálogo com objetivos muito importantes, falamos sobre a fundamental importância dos recursos hídricos para economia e para a vida das gerações presentes e futuras”.

Primeira palestra foi sobre corredor bioceânico

Alex Walber, presidente do Rotary Club de Campo Grande, falou sobre a importância da união de esforços. “Há muito o que podemos fazer como indivíduos, instituições e governo. A partir de pequenas e simples mudanças de comportamento podemos fazer grande diferença para atuais e futuras gerações. O seminário dá oportunidade de nos unirmos para fazermos ainda mais”, afirmou.

Ainda, o diretor presidente do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), André Borges Barros de Araújo, também falou sobre a importância da conscientização a respeito do uso sustentável da água. Reitor da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), o professor doutor Laércio Alves de Carvalho disse que é “uma satisfação e uma honra” participar do evento. “Tanto a Assembleia Legislativa quanto o Governo do Estado acreditam na ciência. Nossa universidade trabalha com produção, educação ambiental e conservação, nosso trabalho é trazer soluções em benefício ao meio ambiente e com resultados científicos comprovados. E vocês irão ver alguns resultados hoje com os professores da UEMS”, afirmou o professor.

Verruck comentou sobre uso múltiplo da água

Jaime Elias Verruck, em sua palestra, intitulada “Caminhos que Conectam: Corredor Bioceânico”,  comentou sobre a discussão em torno do uso múltiplo da água. “Nós temos a discussão de uso múltiplo de água. Estamos falando de pessoas, de irrigação, navegabilidade, e para manter a diversidade de fauna e flora. Nós estamos em uma crise hídrica e já temos que começar a tomar algumas atitudes de poupar água e energia. Quero iniciar lembrando disso: É um momento de reflexão e temos necessidades de curtíssimo prazo”, alertou.

O seminário foi realizado de forma semipresencial, mas a população sul-mato-grossense pode assistir o evento completo acessando este link https://www.youtube.com/watch?v=nTMLdZKI7pQ.

Últimas notícias