terça-feira, 5 de julho de 2022

Semana começa com tempo firme e temperaturas amenas em boa parte do Estado

A segunda-feira começa com tempo firme com sol em Mato Grosso do Sul e variação de nebulosidade em grande parte do Estado.

A exceção fica com o Leste e Sudeste do Estado, onde estão previstas precipitações bem isoladas durante o dia de hoje.

Nesta segunda-feira são esperadas 14°C de mínima e 24°C de máxima no Cone Sul e Sul Fronteira.

Em Campo Grande e nas regiões Sudoeste e Norte temperaturas variando entre 17ºC e 31ºC. Umidade relativa do ar fica entre 30% a 45%.

As informações são do Centro de Monitoramento do Tempo, do Clima e dos Recursos Hídricos do Mato Grosso do Sul (Cemtec) da Secretaria de Estado da Produção, do Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso do Sul (Semagro).

Fonte: Portal do MS

Geada prevista para semana que vem é rara em maio e pode afetar lavoura

O friozão esperado para a semana que vem em boa parte de Mato Grosso do Sul tem previsão até de formação de geada em municípios da região sul, incluindo Dourados. Se acontecer, será fato raro e poderá trazer risco para lavouras de milho.

Segundo dados do Guia Clima da Embrapa Agropecuária Oeste, serviço criado em 1981, nos últimos 41 anos só teve geada no mês de maio em Dourados em 1986 (4ºC no dia 31), 1988 (3,7 no dia 31), 1990 (3,2 no dia 19 e 3,0 no dia 23), 1999 (3,9 no dia 21) e 2007 (3,8 no dia 25 e 3,9 no dia 30).

Previsão atualizada da empresa Climatempo indica uma semana de frio intenso na região de Dourados a partir de terça-feira (17). Nesse dia, a mínima prevista é de 7 graus e a máxima de 19. Para quarta e quinta, a mínima esperada é de 4 graus e máxima de 17 e 20 graus, respectivamente.

A Climatempo prevê mínimas de 5 graus e máxima de 21 na sexta-feira e no sábado e queda ainda mais acentuada no domingo (22), com mínima prevista de 3 graus e máxima de 21. A previsão aponta temperaturas mínimas abaixo de 8 até o dia 23 de maio.

Carlos Ricardo Fietz, pesquisador da Embrapa Agropecuária Oeste, informou ao Campo Grande News que se a previsão de 4 graus para quarta se confirmar há risco de geada de intensidade fraca nas baixadas.

“Geadas em maio são raras em Dourados. Com base no nosso banco de dados (41 anos), metade das geadas ocorre em julho, 25% em junho e 15% em agosto. Em maio, menos de 5%”, afirmou o pesquisador.

Segundo Ricardo Fietz, é importante destacar, até para não assustar a população, que temperaturas mínimas próximas de 4 graus trazem risco de formação de geada fraca, localizada geralmente em baixadas. “Com mínimas próximas de 1 grau a situação complica, pois forma geada de intensidade forte, que é abrangente”.

Na avaliação do pesquisador, o frio previsto para a semana que vem não deve trazer risco para as lavouras de milho, que estão se desenvolvendo bem, com condições ideais de umidade. Entretanto, se a geada for mais forte, há risco de prejuízo.

“Tem muito milho na fase reprodutiva, pendoando, muito sensível a geadas. O milho plantado cedo, no início de fevereiro, por exemplo, já está com os grãos duros e não corre mais risco. Vamos torcer para que a mínima fique próxima a 4 graus mesmo”, afirmou.

Fonte: Hélio de Freitas/Do Campo Grande News

Frente fria avança pelo sul e mínimas podem chegar a 11°C na Sexta-feira Santa em MS

Confirmando as previsões meteorológicas, o avanço de uma frente fria aumentou o volume de chuvas e nos próximos dias vai provocar queda acentuada nas temperaturas em Mato Grosso do Sul.

A tendência é que esta frente fria avance pelo sul a partir desta quarta-feira (13) entre à tarde e à noite. São esperadas chuvas de intensidade moderada a localmente fortes e tempestades acompanhadas de raios e rajadas de vento, que podem atingir valores até 90 km/h, e eventual queda de granizo.

De acordo com o Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima, essas instabilidades ocorrem devido ao avanço de um cavado pré- frontal, sistema meteorológico que antecede a frente fria e provoca aumento de nuvens e chuva para praticamente todas as regiões do Estado. São esperados acumulados significativos de chuva, que podem atingir valores acima de 40mm/24h.

Além das chuvas, o destaque da Semana Santa, serão as temperaturas, que ao longo de quinta-feira (14) começam a cair no Estado. A meteorologia indica temperaturas mínimas amenas, entre 12°C a 14°C para as regiões sul e sudoeste.

Na sexta-feira (15) a massa de ar frio avança para outras áreas do Estado que pode registrar temperaturas mínimas em torno de 11°C. Em Ponta Porã são esperados valores entre 11-13ºC, em Corumbá entre 17-19ºC e na Capital valores em torno de 15-17ºC. Segundo o Cemtec, a queda das temperaturas está associada ao avanço do sistema de alta pressão pós-frontal e, com isso, o tempo deve ficar firme em todo o estado.

Para o sábado (16) e também no domingo (17) são esperadas temperaturas relativamente baixas ao amanhecer, com os termômetros marcando em torno de 15°C a 16°C na região Sul. Porém ao longo do final de semana, com o tempo mais firme, as temperaturas entram em gradativa elevação. Nas regiões centro-norte e pantaneira, as máximas ficam próximas aos 30°C. No sul as máximas podem ficar entre 23-25°C.

Fonte: Portal do MS

Oito cidades de MS estão na lista dos 20 municípios mais quentes do Brasil

Oito das 20 cidades mais quentes do Brasil desta terça-feira (8) são de Mato Grosso do Sul, de acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). Três Lagoas, distante 327 quilômetros de Campo Grande, ficou em 2º lugar da lista com 38ºC. Paranapoema, no Paraná, liderou o ranking com 38.2ºC. –

Também estão na lista os municípios de Jardim (36.6), Santa Rita do Pardo (36.6ºC), Laguna Carapã (36.3ºC), Ribas do Rio Pardo (36.3ºC), Nova Alvorada do Sul (36.2) e Rio Brilhante (36.2). O calor vai continuar nesta quarta-feira (9) com dia ensolarado e variação de nebulosidade, conforme o Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima).

Há chance de pancadas de chuva em áreas isoladas do Estado, mas o tempo permanece quente e seco em razão da atuação de um sistema de alta pressão. Os índices de umidade relativa do ar vão ficar baixos variando entre 15% a 35%.

Fonte: Campo Grande News

Virada de mês será de tempo instável em Mato Grosso do Sul

Entre hoje e amanhã (01) há probabilidade de chuvas de moderada a forte intensidade, e tempestades acompanhadas de raios e rajadas de vento.

“Essas condições se darão devido a ZCAS (Zona de Convergência do Atlântico Sul), a propagação de instabilidades em médios níveis e o aquecimento diurno favorecerão a formação de instabilidades com acumulados de chuvas pontualmente significativos com valores que podem ficar acima de 30 mm em 24 horas. Destaque para as regiões centro-norte,  leste e porção norte da região pantaneira”, explica Valesca Fernandes, coordenadora do Cemtec.

A chance de chuvas de intensidade de moderada a forte e tempestades acompanhadas de raios e vendavais continua entre quarta-feira (02) e quinta-feira (03), devido ao deslocamento de cavados em médios e altos níveis que são áreas alongadas de baixa pressão, aliado ao transporte de umidade e o aquecimento diurno que favorecem a formação de instabilidades no Estado. Destaque para as regiões centro-norte e leste, e porção sudeste do estado. Nas demais áreas são esperadas pancadas de chuvas e tempestades isoladas.

Nesta segunda-feira as temperaturas no Estado podem registrar mínimas entre 20°C a 23°C, e máximas entre 23°C a 26°C no centro-norte e leste do Estado, e 29°C a 32°C no restante do Estado.

Em Campo Grande a previsão da Climatempo estima sol com muitas nuvens durante o dia, com períodos de nublado e chuva a qualquer hora. Temperaturas entre 21°C a 29°C. Para Dourados  a tendência é de sol entre algumas nuvens e chuva rápida durante o dia. Temperaturas entre 22°C a 34°C.

Fonte: Portal do MS

Chuva no final de semana pode atingir 50 mm ao dia e temperaturas não devem passar dos 30°C

O tempo deve continuar instável ao longo do final de semana em Mato Grosso do Sul com acumulados de chuva que podem atingir valores acima de 50mm em 24h.

Segundo o Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima a passagem de uma frente fria associada ao transporte de umidade deve provocar chuvas de intensidade moderada a forte e tempestades que podem vir acompanhadas de raios, rajadas de vento e eventual queda de granizo nesta sexta-feira (28) e sábado (29) em todo Estado.

Já no domingo (29) um canal de umidade, aliado a passagem de perturbações atmosféricas em médios níveis, pode provocar chuvas de moderada a forte e tempestades com raios e rajadas de vento nas regiões centro-norte e leste e porção norte da região pantaneira. Nas demais áreas do Estado podem ocorrer pancadas de chuvas isoladas.

O aumento de nebulosidade vai contribuir para a sensação de temperaturas mais agradáveis. Ao longo do final de semana as temperaturas tendem registrar máximas entre 23°C a 30°C em grande parte do Estado. A exceção será a parte oeste da região pantaneira, onde os termômetros podem chegar aos 34°C no domingo, conforme estimativa do Cemtec.

Tempo na sexta-feira

Para esta sexta-feira (28) há previsão de chuva volumosa ao longo do dia em Mato Grosso do Sul. O céu fica com bastante nebulosidade e pode chover em vários momentos.  Com o aumento de nebulosidade no Estado, as temperaturas estarão agradáveis nesta sexta-feira, podendo registrar mínimas entre 21°C e 25°C e máximas entre 25°C e 29°C.

No mapa elaborado pelo Cemtec, é possível conferir as condições de tempo e temperatura estimados para Campo Grande e alguns municípios do Estado.

Fonte: Portal do MS

Chuvas voltam a Mato Grosso do Sul neste final de semana

O predomínio de ar úmido e quente forma nuvens carregadas que provocam chuva moderada a forte em algumas áreas da região Centro-Oeste do País. Em Mato Grosso do Sul o final de semana promete ser de tempo instável.

A combinação de diversos fatores contribui para os dias de chuva. De acordo com o Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec) a formação de um sistema de baixa pressão no Paraguai, aliado à passagem de cavados, o aquecimento diurno aliado ao transporte de umidade, e ainda, a atuação de uma frente fria oceânica, vão favorecer o tempo instável.

A previsão do Cemtec indica que entre sexta-feira (05) e sábado (06) existe a probabilidade de chuvas e tempestades que podem vir acompanhadas de raios com rajadas de vento de até 60-70 km/h. Exceto na região leste, que nesta sexta-feira terá tempo firme.

No domingo (07) as instabilidades diminuem, mas as chuvas ainda podem ocorrer em forma de pancadas bem isoladas nas regiões centro-norte, sudoeste e pantaneira. Para a parte leste do Estado, a meteorologia indica chuvas com tempestades isoladas.

No sábado as temperaturas terão ligeira queda nas máximas nas regiões sul, sudoeste, pantaneira e central, que não devem registrar mais que 30°C. Nas demais áreas os termômetros podem registrar até 35°C. No domingo as máximas podem variar entre 25°C a 33°C.

Segundo previsão estendida do Cemtec, são esperados acumulados entre 30-90 mm até o dia 12 de novembro para grande parte do Estado. Neste final de semana os maiores volumes são esperados para sábado com acumulados entre 10-20 mm para alguns municípios.

Fonte: Portal do MS

Novembro começa com chuvas isoladas e sol entre nuvens

A passagem de cavados aliada ao transporte de umidade deve manter o tempo instável neste 1° de novembro em Mato Grosso do Sul.

Na faixa central que vai de sudoeste a leste do Estado podem ocorrer chuvas de intensidade moderada a forte, acompanhada de tempestades com rajadas de vento entre 30 e 70 km/h e eventual queda de granizo. Nas demais áreas o sol deve aparecer entre nuvens.

A segunda-feira começa com temperatura mínima de 16°C na parte sul do Estado, mas ao longo do dia devem ficar abaixo de 26°C em grande parte do Estado, exceto na região pantaneira e norte onde os termômetros podem marcar acima de 30°C.

Confira abaixo as mínimas e as máximas estimadas pelo Climatempo para a Capital e algumas cidades sul-mato-grossenses nesta segunda-feira. 

Campo Grande: 21°C | 28°C

Dourados: 20°C | 32°C

Ponta Porã: 19°C | 30°C

Três Lagoas: 20°C | 30°C 

Porto Murtinho: 25°C | 35°C

Coxim: 22°C | 30°C

Corumbá: 24°C | 34°C

 

Fonte: Portal do MS

Chuva dá uma trégua e semana começa com sol entre nuvens e temperaturas agradáveis

As áreas de instabilidades que provocaram chuvas com grandes acumulados no final de semana perdem força, e a semana começa com tempo firme em grande parte de Mato Grosso do Sul

O sol aparece ao longo do dia com variação de nebulosidade em praticamente todas as áreas, exceto no extremo norte e leste onde a circulação de ventos vai manter as instabilidades e pode chover a qualquer hora.

Segundo o Climatempo, entre a Capital, Campo Grande e o centro-sul não há previsão de chuva para esta segunda-feira (25).

A tendência é que as temperaturas permaneçam agradáveis ao longo do dia, com mínimas em torno de 15°C e as máximas não passam dos 30°C em todo Estado.

Confira abaixo as mínimas e máximas estimadas pelo Climatempo para a Capital e alguns municípios do Estado:

Campo Grande: 20°C | 27°C

Dourados: 17°C | 29°C

Ponta Porã: 16°C | 27°C

Três Lagoas: 20°C | 28°C 

Paranaíba: 20°C | 29°C

Coxim: 21°C | 29°C

Aquidauana: 22°C | 31°C

Corumbá: 23°C | 31°C

A partir de quarta-feira (27) as chuvas retornam em todo o estado mantendo a condição de céu nublado com possibilidade de chuva até o fim desta semana.

O modelo de previsão numérica do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) indica que até dia 31 de outubro, o acumulado de chuvas no Estado fique entre 20 a 60 milímetros, com os maiores volumes se concentrando em pontos isolados das regiões norte, central e bolsão.

Chuva do final de semana

Levantamento divulgado pelo meteorologista Natálio Abrahão, indica que o acumulado de chuvas entre a noite de sábado (24) e manhã de domingo (25) foi em média de 101,5 mm em Campo Grande. Nos municípios foi de: Água Clara (46,2mm), Ribas do Rio Pardo (49,4mm), Coxim (57,3mm), Rochedo (81,4mm), São Gabriel do Oeste (63,0mm), Corguinho (81,3mm), Aquidauana (55,0mm), Corumbá (34,1mm), Corumbá Aeroporto (45,0mm), Dois Irmãos do Buriti (60,1mm), Maracaju (50,3mm), Dourados (38,4mm), Bela Vista (36,4mm), Ponta Porã (43,1mm), Iguatemi (64,0mm), Ivinhema (72,0mm), Três Lagoas (63,0mm) e Itaquiraí (43,2mm). A média de chuvas no Estado ficou em torno de 67,5mm.

Fonte: Portal do MS

Inmet emite alerta de tempestade neste sábado para Dourados

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) emitiu alerta de temporais para este sábado (23) em Dourados. O alerta laranja indica a possibilidade de temporais, com risco de queda de granizo e ventos fortes que podem chegar até 100 km/h e pode se estender por todo o fim de semana.

O coordenador da Defesa Civil de Dourados, Jamil da Costa Matos, destaca que a população precisa redobrar os cuidados, evitando sair de casa, estacionar veículos sob árvores, torres de transmissão e placas de propaganda, e não se esquecer de abrigar os animais domésticos durante a tempestade.

“Todo cuidado é pouco quando temos alerta de tempestades. O ideal é que a população evite áreas de risco e durante a chuva evitar se abrigar sob árvores, que são condutores de eletricidade e podem provocar acidentes”, ressaltou.

O alerta tem previsão de início às 3h e término às 23h. Caso necessário, procure a Defesa Civil, através do telefone 199 e o Corpo de Bombeiros, 193.

Fonte: Assecom

Outubro começa com chuva e temperaturas amenas no sul do Estado

Em Mato Grosso do Sul o mês de setembro termina ensolarado, seco e com temperaturas máximas entre 38°C a 41°C. Ao menos são as condições esperadas para esta quinta-feira (30) em todas as áreas do Estado.

Em compensação, outubro já chega estabelecendo uma intensa mudança de padrão que está prevista para a partir do final desta semana, e deve proporcionar um evento de frio tardio e grandes acumulados de chuva para áreas das regiões Sul, Centro-Oeste e Sudeste do Brasil.

As regiões sul e sudoeste de Mato Grosso do Sul devem ser as mais impactadas com essas mudanças que podem provocar chuva com acumulados significativos entre sexta (01) e segunda-feira (04). De acordo com o Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec) pode chover entre 40-50 mm no extremo sul, entre 20-40 mm no sul-sudoeste e em torno de 15 mm no restante do Estado.

Nestas mesmas áreas haverá uma ligeira queda nas temperaturas, especialmente no domingo e na segunda-feira quando as máximas não devem passar dos 25°C.

No mapa elaborado pelo Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec) é possível conferir as condições de tempo e temperatura estimadas para esta quinta-feira (30).

Fonte: Portal do MS

Final de semana reserva pancadas de chuva, mas calor não vai dar trégua

Modelos meteorológicos indicam que pode chover um pouco neste final de semana em Mato Grosso do Sul. Porém a tendência é que as chuvas sejam irregulares com baixos acumulados.

De acordo com o Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima, entre sábado (25) e domingo (26), pancadas de chuvas e tempestades isoladas podem ocorrer devido à passagem de cavados em grande parte do Estado.

As regiões centro-norte, leste e nordeste podem ter pancadas de chuva e tempestades de forma mais ampla.

Mesmo com a chuva, o calor não deve dar trégua. O final de semana pode ter temperaturas com variação entre 15°C a 40°C.

Para esta sexta-feira (24) o tempo segue firme em todas as áreas do Estado. Não há condições para chuva, pois a circulação anticiclônica em médios níveis inibe a formação de nebulosidade e favorece a elevação das temperaturas e tempo seco.

Nesta sexta, as temperaturas máximas podem chegar aos 35ºC na região pantaneira, 39ºC na região centro norte, 37ºC na região leste, 33ºC na região sudoeste e 35°C na Capital.

Essas condições derrubam a umidade relativa do ar, que pode ficar entre 35% a 10% nas horas mais quentes do dia, especialmente nas regiões leste, centro-norte e pantaneira.

Tendência de chuva para a quinzena

Previsão estendida do Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima (Cemtec) aponta que o mês de setembro deve acabar com baixos acumulados de chuva. Para o período de 23 de setembro a 1° de outubro, existe a probabilidade de chuva com acumulados entre 5-20mm devido a atuação de uma frente fria, aliado a passagem de cavados e ao transporte de umidade. Os maiores acumulados são esperados para a região nordeste do Estado.

Já no período de 1° a 9 de outubro, as chuvas podem ocorrer com intensidade moderada a forte com chance de tempestades. Os acumulados para o período podem variar entre 20-70 mm, sendo os maiores acumulados estimados para as regiões sul e leste.

Portal do MS

Inmet alerta para onda de calor e umidade abaixo de 12% em Mato Grosso do Sul

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu diversos alertas para Mato Grosso do Sul nesta segunda-feira (20). Um deles é para onda de calor e os outros três alertam para os riscos da baixa umidade que possui níveis diferentes para cada região.

A cor vermelha, que sinaliza o risco considerado mais grave, alerta para a umidade relativa do ar que pode ficar abaixo de 12% em alguns municípios da região pantaneira, norte e leste. Essa condição oferece elevados riscos de incêndios florestais e também à saúde, como doenças pulmonares, dores de cabeça e etc.

As orientações principais são: tomar bastante líquido, evitar atividades físicas que podem ser nocivas com o tempo seco, evitar exposição ao sol, usar hidratantes corporais e umidificar os ambientes. Evite bebidas diuréticas como café e álcool também estão na lista de recomendações.

O aviso considerado de grande perigo é válido para  20 municípios das regiões pantaneira, norte e leste: Água Clara, Alcinópolis, Aparecida do Taboado, Aquidauana, Camapuã, Cassilândia, Chapadão do Sul, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Figueirão, Inocência, Paraíso das Águas, Paranaíba, Pedro Gomes, Rio Verde de Mato Grosso, São Gabriel do Oeste, Selvíria, Sonora e Três Lagoas.

Já o alerta laranja sinaliza perigo para umidade do ar que pode variar entre 20% e 12%, oferecendo risco de incêndios florestais e à saúde vale para 52 municípios do Estado incluindo a Capital. Apenas a região sul e parte da região sudoeste estão no alerta amarelo para umidade do ar entre 30% e 20%, onde é baixo o risco de incêndios e a saúde.

A onda de calor vale para todo o Estado e avisa para que as temperaturas devem ficar em média 5ºC acima da média por um período de 02 até 03 dias.

Alertas Defesa Civil

A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Mato Grosso do Sul conta com um serviço de SMS que dispara alertas diversos para o cidadão cadastrado.

O serviço oferecido gratuitamente é uma ferramenta importante pois os alertas vêm com orientações. Para aderir ao sistema, o cidadão deve enviar mensagem de texto para o número 40199 com o CEP da residência.

A partir do cadastramento, o telefone e o endereço são automaticamente incluídos na lista de envio dos alertas sempre que houver risco de desastres naturais na região indicada.

Vale ressaltar que a ferramenta não se trata de previsão do tempo, mas de alertas que serão enviados sempre que houver situação que requeira atenção especial ou medidas preventivas.

Portal do MS

Tempo continua instável em grande parte de Mato Grosso do Sul

Mato Grosso do Sul continua com tempo instável, com probabilidade para pancadas de chuvas que podem vir acompanhadas de trovoadas. A estimativa é de chuvas isoladas e pouco volumosas para esta quinta-feira (16) no Estado.

Pela manhã o tempo fica parcialmente nublado em todas as áreas, mas  durante a tarde a quantidade de nuvens aumenta. Apenas a região oeste do Estado, possui tendência de tempo firme durante todo o dia.

Os níveis de umidade relativa do ar continuam baixos na maior parte do Estado, com índices em torno de 30-20% durante a tarde nas regiões central, pantaneira, norte e leste. Apenas a região sul deve ter umidade de 50% nas horas mais quentes do dia.

As temperaturas devem se manter agradáveis no sul do Estado com mínimas de 17°C e máximas de até 30°C. Nas demais áreas do Estado os termômetros podem registrar mínimas de 20°C e máximas de até 39°C sendo as regiões pantaneira, norte e leste as mais quentes para o dia.

Fonte: Portal do MS

Frio começa a dar trégua hoje, mas pode voltar forte na metade do mês

Depois de uma semana marcada pelo frio, a primeira segunda-feira de agosto deve amanhecer com temperaturas um pouco mais amenas em quase todo o país. A massa de ar polar que estava no Brasil começa a perder força, principalmente no Norte e no Centro-Oeste.

Em Cuiabá, por exemplo, as tardes já ficam quentes durante a semana, devendo se aproximar dos 36ºC. No Sudeste, a semana será menos gelada, apesar de madrugadas e noites ainda frias, com temperaturas na casa dos 10ºC em São Paulo.

No Nordeste, a previsão para a semana é de chuvas, nebulosidade e um refresco no calor, causado pelo excesso de nuvens. Na região Sul, o frio também deve dar uma folga, inclusive nas madrugadas, com mínimas perto dos 8ºC. Bem menos gelado do que a última semana.

Na última quinta-feira (29), a cidade de Urupema, interior de SC, chegou aos -8,9ºC, a menor temperatura registrada no Brasil em 2021. Nas serras gaúcha e catarinense, a massa de ar polar deve manter as temperaturas perto de 0ºC.

Fonte: G1