segunda-feira, 16 de maio de 2022
  • LEIA MAIS
  • Rapidinhas
  • Parte do Parque de Exposições de Dourados pode ser interditada para Expoagro 2019

Parte do Parque de Exposições de Dourados pode ser interditada para Expoagro 2019

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

 

Sem Pavilhão

 

Nada é tão ruim que não possa ficar pior! Não é novidade para ninguém que a ‘festa agropecuária’, a Expoagro, realizada todos os anos em Dourados já não tem agradado o público por falta de atrações. E para ficar ainda pior o pavilhão comercial, conhecido Pavilhão da Aced, pode ser interditado ainda antes do início do evento previsto entre os dias 10 a 19 de maio.

 

Chuva no Pavilhão

 

Passarinho corneteiro de plantão, disse a Rapidinhas! no início da tarde de hoje (28) que em dias de chuvas prolongadas o pavilhão de eventos mais parece um verdadeiro dilúvio, diante das goteiras e vazamentos nas telhas e calhas do prédio e, por isso mesmo deve ser interditado para o uso de qualquer atividade.

 

Mais chuva no Pavilhão

 

O mesmo pássaro plantonista afirmou ainda que para acabar com os alagamentos no pavilhão comercial, será necessário trocar todas as telhas, levando em consideração que o telhado é antigo, aproximadamente 50 anos. Ainda segundo os cálculos da ave o serviço não sairia por menos de R$ 200 mil.

 

Aced presente

 

Por outro lado, pelo visto no que depender da presidente da Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados), Elizabeth Rocha Salomão, a parceria com o Sindicato Rural de Dourados deve continuar firme e forte. Em contato com a coluna, ela disse que as atividades dentro do Parque de Exposições João Humberto de Carvalho serão mantidas.

 

Sem Exposhopping

 

A diretora da Aced, confirmou à Rapidinhas! que a presença dos estandes comerciais no pavilhão comercial não deve acontecer na Expoagro 2019, porém, as atividades serão diferenciadas, com foco em palestras e cursos de capacitações que serão realizados em um outro espaço dentro do Parque.

 

Cota Zero

 

O deputado estadual Neno Razuk (PTB) sugeriu recentemente na Assembleia Legislativa, o manejo sustentável do jacaré como alternativa à cota zero para pesca amadora e desportiva em Mato Grosso do Sul a partir de 2020.

 

Mais Cota Zero

 

Para o deputado Neno, o manejo sustentável do jacaré também pode proporcionar uma rede de trabalho em torno de atividade, envolvendo empresas de diferentes portes, além da população ribeirinha, com possibilidade de injeção na economia de até R$ 1 bilhão anualmente, com a industrialização da carne, couro e ossos com o abate de 600 mil exemplares por ano.

 

Buraco

 

A Secretaria de Serviços Urbanos de Dourados precisa agir rápido com relação a manutenção das ruas, já que em praticamente toda a cidade aumentou em muito a buraqueira. Para se ter ideia, na rua Cuiabá, próximo ao 1º DP da Polícia Civil, moradores utilizaram carcaças de eletrodomésticos para sinalizar um dos buracos da via. (Foto abaixo)

 

Mais Buraco

 

Em release distribuído a imprensa, a Prefeitura de Dourados afirmou que foram entregues na manhã de ontem (27) os materiais necessários para a retomada da produção de massa fria na usina do município. Conforme o secretário Fabiano Costa (Semsur), a prioridade será para as ruas que compõem o quadrilátero central e as linhas de ônibus.

 

 LEIA TAMBÉM – RENATO CÂMARA VAI ASSUMIR A PRESIDÊNCIA DO MDB JÁ PENSANDO NA PREFEITURA DE DOURADOS

 

Moradores improvisaram sinalização de buraco com sucata de eletrodomésticos na rua Cuiabá (Foto - João Pires)

 

João Pires

ESTADO NOTÍCIAS

Mais lidas