quarta-feira, 4 de agosto de 2021
  • LEIA MAIS
  • Rapidinhas
  • Presidente do Sete de Dourados diz que clube não joga no Douradão; “nossa Casa é o Chavinha”

Presidente do Sete de Dourados diz que clube não joga no Douradão; “nossa Casa é o Chavinha”

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

 

Desabafo

 

O presidente do Sete de Dourados compartilhou suas mágoas em sua página do Facebook, na tarde desta quarta-feira (27). Em uma postagem direcionada “aos torcedores e amigos do 7 de Setembro”, o gestor do Clube, Tony Montalvão, afirmou que até agora não existe nada que sinalize alguma possibilidade que os jogos aconteçam no Estádio Douradão.

 

Chavinha

 

Frustrado com classe política e empresários, Montalvão reafirmou no Facebook que o Clube do Sete de Dourados mandou seus jogos no Estádio Chavinha, em Itaporã. Afirmou ainda que só está escutando um ‘zum zum zum’ e que muitos estariam buscando interesses próprios, e  “ninguém está correndo para arrumar um patrimônio”, segundo ele.

 

Mais Chavinha

 

E pelo visto no que depender do presidente do Sete os jogos que ainda restam não serão jogados no Douradão. Ele foi bem categórico “Então nossa casa é o Chavinha”. Que coisa!

 

Ainda Chavinha

 

E para não deixar dúvidas do seu posicionamento quanto aos jogos em Casa (leia-se em Dourados), passarinho bem próximo ao Clube disse que mesmo que se os laudos técnicos liberem os jogos da semi-final e final do campeonato sul-mato-grossense no Douradão, o presidente Tony Montalvão não irá aceitar, ou seja, os jogos permanecem no Estádio Chavinha.

 

Público

 

O mesmo pássaro comentou a coluna que apesar da indignação do gestor do Sete, é improvável que os jogos da final do campeonato aconteçam no Chavinha, tendo em vista a capacidade do estádio de 1.800 pessoas não atenderem as exigências da Federação de Futebol do MS, que exige capacidade acima de 5 mil, nisto inclui-se o Estádio Douradão.

 

Choque na escola

 

Aluno do período vespertino, matriculado no 6º ano, na Escola Estadual Presidente Vargas, levou um baita choque em um dos bebedores instalados no pátio do local. O fato teria ocorrido ontem (26), no intervalo da aula de educação física e assustou a direção da escola.

 

Mais choque

 

A Rapidinhas! ficou sabendo, que inclusive uma viatura do Samu foi chamada para atender o pequeno aluno. Que fique o alerta aos diretores da unidade de ensino e ao Governo do Estado quanto a manutenção dos bebedores refrigerados e outros equipamentos elétricos instalados nas escolas públicas estaduais.

 

LEI TAMBÉM – REINALDO REPASSA R$ 125 MILHÕES NA SAÚDE, MAS FICA DEVENDO 4 MILHÕES A DOURADOS

 

Tony Montalvão, presidente do Clube Desportivo Sete de Dourados (Foto - João Pires/arquivo)

 

João Pires

ESTADO NOTÍCIAS