terça-feira, 9 de agosto de 2022

Reinaldo repassa R$ 125 milhões na Saúde, mas fica devendo 4 milhões a Dourados

Compartilhar

 

No Portal do MS

 

Matéria publicada no portal do Governo do Estado divulgou o repasse de mais de R$ 125 milhões destinados ao setor da Saúde de Mato Grosso do Sul. O valor seria do período desde o dia 1º de janeiro de 2019 e foi repassado aos 79 municípios.

 

Em Dourados

 

Já  na segunda maior cidade do Estado, até a semana passada, segundo consta, o Governo do Estado tinha um déficit de mais de R$ 5 milhões, sendo que foi depositado aos cofres do município, no final de semana, somente R$ 1,138 milhões. Ou seja, ficou para trás o valor exato de 4.314.607,87 em atraso. Que coisa!

 

Mais Dourados

 

Vale ressaltar que Dourados aplicou no ano de 2018 aproximadamente 25% da sua receita em Saúde, o que equivale a quase R$ 100 milhões em recursos próprios, enquanto o pacto federativo obriga o município investir o percentual de 15% e ao Estado o repasse de 12%.

 

E o Geraldo?

 

Ainda voltando na matéria divulgada no portal do Estado, o repasse totalizando R$ 125 milhões aos 79 municípios “cumpre determinação do governador Reinaldo Azambuja ao secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, com o objetivo de colocar em dia e regularizar os repasses de recursos em todas as parcerias com as administrações municipais”.

 

Esperança

 

Como só resta aos douradenses esperar por dias melhores, incluindo recursos destinados à Saúde, agora é torcer que a determinação do governador Reinaldo se cumpra no mais breve possível e ao secretário de Estado e Saúde, Geraldo Rezende, que também é douradense, continue olhando com carinho para a terrinha do seu Marcelino. Aguardemos.

 

Buraco

 

E por falar em esperar, na tarde de ontem (18) o fotógrafo Eliel Oliveira registrou e postou no grupo do WhatsApp do Estado Notícias, o congestionamento na rua Hayel Bon Faker, por conta de uma buraco que já se transformou em cratera, bem no centrão de Dourados. A coluna faz um alerta à Semsur para que pelo menos faça um serviço emergencial no local, como colocação de pedras brita até que se inicie a operação tapa-buracos.

 

Outro buraco

 

Aproveitando, seria bom que a mesma medida seja tomada no cruzamento da rua Toshinobu Hatayama com a rua Joaquim Alves Taveira. No local também surgiu outro buracão, onde inclusive os motoristas já são obrigados a desviar parte dos seus veículos no canteiro central.

 

Sem buracos

 

Nesta semana a prefeita Délia Razuk divulgou a abertura de processo licitatório para a aplicação de R$ 5 milhões nas operações de tapa-buraco na cidade. Conforme a prefeita, os recursos são próprios e devem ser empregados na ampliação da recuperação das vias asfaltadas, uma vez que este serviço tem sido feito apenas com o material de massa fria produzido na usina do município. Ufa!

 

LEIA TAMBÉM – PARTE DO PARQUE DE EXPOSIÇÕES DE DOURADOS PODE SER INTERDITADA PARA EXPOAGRO 2019

 

Buraco tem causado congestionamento no centro de Dourados (Foto - Eliel Oliveira)

 João Pires

ESTADO NOTÍCIAS