terça-feira, 9 de agosto de 2022

Escolas públicas de Dourados recebem peça infantil sobre prevenção contra a Covid-19

O Coronavírus não acabou totalmente e a convivência com a Covid-19 continuará existindo nas próximas gerações. Por isso, sabendo como a ciência e pequenos hábitos são grandes aliados na prevenção desta e de outras doenças, o espetáculo “Ciência para uma Vida Melhor” levará a importante mensagem de conscientização às crianças e adolescentes das escolas do município de Dourados (MS).

O projeto é idealizado e realizado pelo Diverte Teatro Viajante, que fará no município 9 apresentações nos dias 10, 11 e 12 de agosto. Por meio de lei federal de incentivo à cultura, as apresentações contam com o apoio do Ministério do Turismo e da Bayer – multinacional alemã com 157 anos de história e que hoje ocupa o lugar de uma das maiores empresas químicas farmacêuticas do mundo.

O espetáculo 

Dois divertidos cientistas precisam se isolar em seu laboratório por causa de uma doença que se apoderou das rotinas das pessoas: a Covid-19. Durante a peça, eles iniciam um estudo sobre o vírus e, durante essa descoberta, os participantes começam a entender mais sobre a doença, quais são os sintomas e como se prevenir.

O espetáculo mostra para as crianças, além das medidas de prevenção de contágio do Coronavírus, como a ciência é uma grande aliada no combate à pandemia. “Tratar de uma questão séria de forma lúdica, leve, com uma linguagem simples e muita interação, faz com que o tema seja realmente compreendido pelas crianças”, explica o diretor do projeto, Júlio Martinez.

Sobre o projeto Diverte Teatro Viajante

O Projeto consiste em levar o teatro para espaços alternativos como escolas, praças públicas, locais privados de acesso público, entre outros, tornando-os culturalmente aproveitáveis, desenvolvendo programas integrados que permitam o contato, a interação e a participação das crianças com representações ativas através do teatro infantil.

Como principais objetivos, o projeto visa contribuir para facilitar, a todos, os meios para o livre acesso às fontes da cultura e o pleno exercício dos direitos culturais, com a realização de espetáculos gratuitos e de estrutura acessível em munícipios em todo o Brasil, a fim de possibilitar à população a incorporação de produtos artísticos em seu cotidiano.

O Projeto está em sua 6ª edição e já alcançou um público de mais de 225.000 pessoas percorrendo o Brasil de norte a sul, levando teatro para crianças que nunca tiveram a oportunidade de vivenciar essa experiência tão essencial para a formação do intelecto.

AGENDA

Data: 10/08
Horários: 10h, 13h e 15h30
Local: Escola Municipal André Anchieta 
Endereço: R. São Paulo, s/n

Data: 11/08
Horários: 10h e 13h
Local: Escola Municipal Avani
Endereço: Av. José Roberto Teixeira, 456- Jardim Flórida l

Data: 11/08
Horários: 15h30
Local: Escola Municipal Manoel Santiago
Endereço: Rua Olinda Pires de Almeida, 3471- Rosa – VI

Data: 12/08
Horários: 08h
Local: Escola Municipal Manoel Santiago
Endereço: Rua Olinda Pires de Almeida, 3471- Rosa – VI

Data: 12/08
Horário: 10h30 e 13h
Local: Escola Municipal Izabel Muzzi
Endereço: R. Maria da Glória, 890 – Vila Industrial

Fonte: Assessoria

 

Edição 2022 do Festival Batalha de Bandas abre inscrições

O Batalha de Bandas, festival de música autoral sul-mato-grossense está com as inscrições abertas. Em live apresentada, os produtores Ana Ostapenko e Caio Dutra declararam oficialmente lançado o festival, que esse ano integra a 2ª Feira da Música e a final será realizada em 15 de outubro, no Rota Acústica.

O Batalha de Bandas é o maior evento de música autoral do Estado. De 2014 para cá, mais de 70 bandas sul-mato-grossenses passaram por seus palcos e mais de 200 grupos se inscreveram.  As inscrições estão abertas até dia 01 de setembro e podem ser feitas pelo link: https://bit.ly/batalhadebandas2022 .

Como participar – Podem se inscrever via formulário online bandas sul-mato-grossenses de qualquer vertente do rock, cujos integrantes tenham mais de 14 anos de idade. Os interessados devem apresentar na inscrição uma música autoral, em áudio ou vídeo, via Soundcloud ou YouTube. “Não há necessidade de ser uma gravação profissional, pode inclusive ser de um ensaio. O intuito é dar visibilidade a novos talentos da música de MS”, pontua Ostapenko.

A seleção é feita por um time de técnicos que avalia todo o material enviado e seleciona os 10 grandes finalistas. Os nomes serão divulgados no dia 12 de setembro na fanpage da Batalha de Bandas. No dia da grande final, durante o evento, os jurados avaliam quatro quesitos: Composição, Performance, Execução e Letra.

A banda vencedora ganha a gravação de um DVD com quatro músicas. O segundo lugar e a banda escolhida pelo público levam a gravação de um single cada. Já o terceiro lugar, ganha um ensaio fotográfico. “Essa premiação proporciona às bandas vencedoras a oportunidade de terem um material próprio para o ingresso no mercado musical”, pontua Caio Dutra, produtor técnico do festival.

Para mais informações sobre o Batalha de Bandas, basta acessar as redes sociais  do festival (Instagram ou Facebook) ou pelo whatsapp (67) 99242-7172.

Fonte: Assessoria 

Anderson Freire vem a Dourados para ‘Noite de Clamor pela Família’

O cantor gospel Anderson Freire, conhecido pelo sucesso ‘Raridade’, estará em Dourados no dia 6 de agosto para a ‘Noite de Clamor pela Família’, um evento organizado pelo Conselho Estadual de Pastores de Mato Grosso do Sul.

A programação contará com ministrações, louvores de bandas locais e a atração principal ficará a cargo de Freire.

Estima-se público de 10 mil pessoas. O evento será aberto para a comunidade e acontecerá na Praça Antônio João, a partir das 20h.

Com o objetivo de reunir diferentes denominações cristãs, o evento terá como pauta principal a família e os desafios para conservação de valores fundamentais à sociedade.

Anderson Freire é nacionalmente conhecido pelas canções ‘Raridade’, ‘A Igreja Vem’ e ‘Mapa do Tesouro’. Sua produção de maior expressividade, ‘Raridade’, já acumula mais de 170 milhões de visualizações no YouTube.

De acordo com a organização, o propósito do evento é compartilhar uma mensagem de encorajamento à igreja douradense à respeito da importância da família, seu papel no desenvolvimento da sociedade e unir o clamor dos fiéis sobre esta causa.

Apoiam o evento o Conselho de Pastores de Dourados, Prefeitura de Dourados, Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul e Conselho Nacional dos Conselhos de Pastores do Brasil.

Fonte: Assessoria

Projeto Arte na Praça retoma espetáculos que dialogam com a cultura indígena

Após breve intervalo, o Projeto de Extensão Arte na Praça retoma suas atividades no Teatro da Praça da Juventude com o espetáculo para crianças “Travessia”, uma produção do Núcleo Coelhos Mordem, e “Jaity Muro”, do grupo Orendive Teatro Intercultural. As apresentações terão entrada gratuita, sujeitas à lotação do espaço (60 lugares).

“Travessia” será apresentado, pela primeira vez em Dourados, no próximo sábado, 30 de julho, às 16h. A encenação é inspirada na cosmovisão dos povos originários Guarani da terra sem males e narra a jornada de uma mulher pelos territórios fronteiriços do estado de Mato Grosso do Sul. O Núcleo Coelhos Mordem nasceu no ano de 2018 na cidade de Uberlândia/MG e em 2020 passou a realizar ações em Naviraí/MS.

De acordo com os coordenadores do Arte na Praça, “suas práxis voltam-se às poéticas que brotam de Abya Yala (Terra em florescimento) e visam realizar intercâmbios com outras artistas de nosso sul global”. O espetáculo Travessia, de 2021, criado em Naviraí, é um projeto em colaboração e parceria com artistas de Mato Grosso do Sul.

Já no domingo, 07 de agosto, às 19h, o grupo Orendive Teatro Intercultural apresenta o trabalho “Jaity Muro”, que traz para cena as vivências de uma mulher Kaiowá e uma mulher não indígena com a cidade de Dourados. O trabalho estreou em 2018 e, em 2022, a dramaturgia foi publicada em versão bilíngue (português/kaiowá). O grupo é formado por artistas e professoras da cidade de Dourados.

SAIBA MAIS

O Projeto de Extensão Arte na Praça engloba mostra de espetáculos, rodas de conversas e oficinas artísticas, estas últimas voltadas para mulheres jovens e adultas. As atividades estão sendo desenvolvidas desde março de 2022, de forma gratuita, na Praça da Juventude – Estação Cidadania, que fica localizada na rua Costa Rica, 2-108 – Parque das Nações, Dourados – MS.

Até o final do ano, estão previstas, durante a mostra, apresentações dos espetáculos “Estorvos”, com o Coletivo Clandestino; “Des-calço”, com Produções 13; e “35”, com Magenta Produções. Já a segunda temporada de oficinas e rodas de conversa será retomada a partir de 18 de agosto e vai até novembro.

O Projeto é uma realização da UFGD e tem como parceiros a Secretaria Municipal de Cultura de Dourados e coletivos e grupos artísticos da cidade e região.

Fonte: Assessoria

Elon Musk diz que não faz sexo ‘há séculos’ e Maraisa provoca: ‘Tinha que vir me conhecer’

O bilionário Elon Musk afirmou que “não faz sexo há séculos” ao negar caso com Nicole Shanahan,a ex-mulher do cofundador do Google Sergey Brin, e chamou atenção da cantora Maraisa, da dupla com Maiara, nesta segunda-feira (25).

A sertaneja compartilhou uma foto de Musk em sua conta no Twitter com a frase dita pelo bilionário e aproveitou para demonstrar seu interesse no fundador da Tesla e da SpaceX.

“Lonlon temos muitas coisas em comum sabia?! Vc tinha que vir aqui pro Brasil me conhecer! 👀 mas com que jeito né? Você tá sempre trabalhando e eu tb… difícil… @elonmusk”, escreveu a cantora, marcando o perfil de Musk no Twitter.

O empresário, que vem sendo acusado de ter se envolvido com a mulher de seu amigo, negou os boatos e disse que esteve com o cofundador do Google recentemente.

“Isso é uma besteira total. Sergey e eu somos amigos e estávamos juntos em uma festa na noite passada! Em três anos, vi Nicole apenas duas vezes — em ambas as ocasiões, com muitas pessoas ao redor. Nada romântico”, disse Musk.

Fonte: MSN

Com look transparente, Juliette é proibida de entrar em igreja em Barcelona

Juliette Freire passou por uma situação desconfortável em Barcelona, na Espanha, para onde foi turistar. A campeã do “BBB 21”, que recentemente viralizou após carregar uma criança pelo aeroporto, contou em sua rede social que foi barrada em um dos pontos turísticos mais famosos do local, a Igreja Sagrada Família.

“A gente saiu de casa e não tinha certeza que ia visitar a igreja. Então coloquei uma roupa transparente porque aqui está muito quente. A gente fez várias outras coisas e comprou o ingresso da igreja e eu nem me toquei na minha roupa. Cheguei aqui e o rapaz todo sem graça: ‘é que sua roupa está um pouco transparente’. Meu Deus, fiquei com vergonha”, assumiu a cantora, que classificou o episódio como um ‘perrengue de turista’.

Juliette então contou que resolveu a situação comprando uma blusa para seu companheiro de viagem e pegando a dele emprestada, para cobrir um pouco seu look.

O look escolhido por Juliette para curtir o dia em Barcelona é da grife Cosmo e pode ser comprado no site oficial da marca por R$ 258. A peça, feita em tule com elastano, não tem forro, tem costuras contrastantes e comprimento ‘bem curtinho’, como indica a grife. Juliette completou o look com uma bolsa da marca Colcci, óculos escuros e tênis sneaker branco, garantindo o conforto necessário para os passeios.

Fonte: MSN

 

Como foi a última cena de Daniella Perez e Guilherme de Pádua, jamais exibida

Poucas horas antes de ser assassinada, na noite de 28 de dezembro de 1992, Daniella Perez gravou uma cena do capítulo 141 de De Corpo e Alma, novela das 21h escrita por sua mãe, Gloria Perez.

Na sequência dramática, Yasmin coloca um ponto final no romance com Bira, interpretado por Guilherme de Pádua, que seria condenado a 19 anos de prisão pelo homicídio.

“Acabar por quê? Não te entendo, a gente está numa boa, não tá?”, reage o cobrador de ônibus. “Por que… Por que eu não estou apaixonada por você”, afirma a jovem. Exaltado, Bira tenta reverter a situação, mas é inútil. “Cê que sabe”, diz ao final da cena – e sai do quarto batendo a porta.

Esse momento não foi exibido na novela. Logo após o crime, ocorrido na noite em que foi ao ar o capítulo 127, a Globo ordenou a exclusão de todas as cenas com Guilherme de Pádua. O personagem desapareceu da trama sem explicação.

Uma edição especial do Globo Repórter revelou os bastidores daquele último dia de trabalho da vítima e de seu algoz. Ouvidos pelo repórter Marcelo Rezende, o diretor da novela, Fábio Sabag, e o camareiro Walfredo Rosário contaram que o ator apresentava comportamento inquieto e chorou de verdade atrás das câmeras.

Em sua narração, o jornalista tirou uma conclusão contundente sobre a derradeira gravação. “É uma cena incomum na carreira medíocre de Guilherme de Pádua. Ele conseguiu passar para o personagem Bira a tensão característica de um homem que ama e é rejeitado.”

Rezende prosseguiu com a análise. “Só que a tensão não era de Bira, mas sim do assassino Guilherme que, a essa altura, já sabia que a vida de Daniella Perez, uma menina de apenas 22 anos, estava chegando ao fim.”

As camareiras Geralda Fernandes e Maria Amélia Abraão relataram na matéria que Daniella Perez ficou “nervosa” após receber bilhetes. A sempre calma e sorridente atriz estava visivelmente sob pressão naquele dia fatídico.

O veterano Sabag falou a respeito de como era dirigir e conviver com a jovem estrela da TV. “Ela era muito queridinha. Essa menina era um poema. Você lidando com ela no estúdio, era uma graça. Não havia quem não se encantasse com ela”, disse, comovido.

O crime que chocou o Brasil voltou a gerar manchetes com o lançamento da série documental Pacto Brutal: O Assassinato de Daniella Perez, na HBO Max. Três décadas depois, Gloria Perez repassa a história e revela detalhes inéditos.

Fonte: Portal Terra

Mara Maravilha revela vícios: “Sexo, coca-cola e meu filho”

Mara Maravilha, de 54 anos, contou na última segunda-feira, 18, quais são seus maiores vícios.

“Gente, não bebo, não fumo, mas isso aqui… Me perdoe!”, brincou a contratada do SBT, arrancando gargalhas das anfitriãs do Vênus Podcast. “É seu vício?”, questionou Criss Paiva, uma das apresentadoras. “Isso aqui [refrigerante] e sexo”, confirmou Mara Maravilha, que é noiva de Gabriel Torres, 32 anos, com quem vive desde 2016.

“Mas são dois vícios menos [preocupantes]. Em algum lugar a gente tem que extravasar, né? Que seja na Coca e no sexo então”, amenizou Paiva. “E no meu filho também. Ele é meu maior tesouro”, acrescentou Mara Maravilha. A apresentadora e Gabriel adotaram Benjamin, de 3 anos, em março de 2020.

O assunto dos vícios veio à tona após a apresentadora pedir mais coca-cola zero durante a entrevista.:

Fonte: Portal Terra

Modão modernizado: quem são as novas estrelas do sertanejo ‘agro’

Uma nova comitiva desbrava as paradas do Brasil, de chapéu e bota, com um pé no passado do sertanejo do “modão” de raiz e outro no presente do funk, rap e eletrônica.

O toque de berrante na introdução de “Pipoco”, uma das músicas mais tocadas no Brasil hoje, anuncia a força da vertente chamada de “agro”.
Os artistas exaltam o agronegócio nas letras, ao som de um sertanejo que expande fronteiras agrícolas e musicais. O modão virou modinha.

A música sertaneja sempre exaltou o campo, mas aqui as letras parecem comerciais da agropecuária. Absorver outros ritmos é outra prática antiga, mas que fica mais intensa com bases sintetizadas e vozeirões de boiadeiros.

Ana Castela — Foto: Divulgação / Mauricio Antônio

ANA CASTELA

Ana Flávia Castela nasceu em Amambai (MS) e foi criada na vizinha Sete Quedas, na fronteira com o Paraguai. Os avós tinham uma fazenda no lado paraguaio. Ela cresceu entre os dois países, aprendeu a cantar em um coral de igreja e começou a postar covers de músicas pop no YouTube.

Ana foi levada para a Agroplay por Rodolfo Alessi, amigo da mãe dela. O primeiro tiro já foi no alvo. “Boiadeira” saiu em fevereiro de 2021. Ainda de aparelho nos dentes e espinhas no rosto, Ana cantava sobre uma menina que trocou a cidade pelo interior: “A maquiagem dela agora é poeira”.

“Boiadeira” virou a alcunha da cantora de 18 anos. A faixa ganhou um remix do DJ paulistano Lucas Beat, que mistura funk e house. Com “Nois é da roça bebê” e a levemente eletrônica “Neon”, Ana virou ícone dos fãs novinhos que dançam de chapéu e bota no TikTok.

Ela virou ponteira da comitiva do agro com a explosão country-funk-EDM de “Pipoco”, com DJ Chris no Beat e MC Melody. Ana chegou a entrar na faculdade de Odontologia, mas largou. Agora, jogar PlayStation é a única coisa que consegue fazer entre turnês e gravações.

Bruna Viola — Foto: Divulgação/ Bruna Viola

A BRUTA: BRUNA VIOLA

Ana Castela brilha em uma clareira que Bruna Viola ajudou a abrir. A cantora e instrumentista de mão cheia tem quase duas décadas de carreira no sertanejo mais tradicional. Em 2015, por exemplo, ela lançou “Sistema da bruta”, que alfineta os “abeia” – gíria que indica pessoas de fora deste universo rural.

Ela desafiou estereótipos de idade e de gênero. “Tinha um preconceito de que a viola caipira e a música de raiz era só para pessoas mais velhas ouvirem. E ainda de que a viola era um instrumento muito masculino”, ela diz.

“Fui quebrando essas barreiras, e aí tem a geração mais nova para quebrar mais um pouco”, ela elogia.

Ela também aproveita o novo período de alta no agro. Bruna Viola é protagonista do longa “Sistema bruto”, comédia de ação que se passa neste universo agro, com Jackson Antunes e Marisa Orth no elenco. A estreia acontece ainda em 2022, mas ainda sem data fechada.

Fonte: Portal G1

Zé Cerveira faz pré-lançamento da música “Vergonha na Cara’ hoje na Invictus Lounge Bar

Nesta quinta-feira (14) o cantor douradense Zé Cerveira, faz o pré-lançamento de mais um música inédita. O evento acontece no Invictus Lounge Bar, a partir das 19 horas, com público limitado.

“Vergonha na Cara” é o mais novo sucesso do sertanejo revelação em Dourados, que já vem se destacando em todo os país, através das plataformas digitais, como; Spotfy, deezer, Music, amazonMusic, YouTube e YouTube Music.

Zé Cerveira ressalta que hoje ocorre o pré-lançamento ao vivo no Invictus, porém, somente a partir da meia noite a música estará disponível nas plataformas on-line, no link: https://bfan.link/vergonha-na-cara (pré save)

Já para concorrer a brindes e sorteios basta acessar o Instagram do cantor @zecerveira e se cadastrar. Mas é importante comentar no post oficial do clipe e postar a foto e a música.

O Invictus Lounge Bar fica na rua João Cândido Câmara, 877. O evento acontece a partir das 19 horas.

Crédito: João Pires

 

 

Diretora de ‘Cinquenta Tons de Cinza’ fará cinebiografia de Amy Winehouse

Um longa-metragem sobre Amy Winehouse está em andamento, com a diretora de “Cinquenta Tons de Cinza”, Sam Taylor-Johnson, no comando da cinebiografia, informou a produtora e distribuidora Studiocanal.

Chamado de “Back to Black”, o filme mostrará a vida e a música da seis vezes vencedora do Grammy, que morreu de intoxicação por álcool em sua casa no norte de Londres em 23 de julho de 2011. Winehouse, que lutou contra problemas com bebida e drogas durante grande parte de sua carreira, tinha 27 anos.

“O Studiocanal está se preparando para fazer Back to Black. O projeto está avançando com Sam Taylor-Johnson acertada para dirigir o longa-metragem sobre a vida e a música de Amy Winehouse”, disse o Studiocanal, acrescentando que um roteiro foi escrito para o filme. “Back to Black está sendo feito com total apoio do espólio de Amy Winehouse.”

A cineasta britânica é conhecida por dirigir o primeiro filme “Cinquenta Tons de Cinza”, o drama “A Million Little Pieces”, bem como episódios das séries de televisão “Gypsy” e “Solos”.

Considerada uma das cantoras mais talentosas de sua geração com sucessos como “Rehab” e “Back to Black”, a morte prematura de Winehouse abalou o mundo da música. Vários documentários sobre ela foram feitos, o mais recente narrado por sua mãe e exibido na BBC britânica em 2021 para marcar 10 anos da morte da cantora.

Fonte: Portal G1

 

Ozzy Osbourne revela que antigo uso de drogas o atrapalhou em uma cirurgia

Ozzy Osbourne anda com a saúde um pouco debilitada nesses últimos anos e em entrevista para o Sirius XMi que posteriormente foram publicadas pelo Daily Mirror, o cantor de 73 anos de idade lembrou como seu vício em drogas amenizou o efeito da anestesia aplicada em seu corpo para a realização de uma cirurgia há alguns anos.

– Eu passei por uma cirurgia quando ainda fazia todas essas merdas. O cara da anestesia [anestesista] estava falando: há quanto tempo você trabalha com música?. Aí disse que há muitos anos e continuei falando. Aí ele perguntou, por que você ainda não dormiu?.

Precisei de quatro doses das habituais duas seringas cheias que colocam para alguém dormir. O que me mantém longe [das drogas] hoje é que eu caí na real. Uma das principais razões de ter me voltado para a minha família é porque não fico mais completamente fora de mim.

Lembrando que Ozzy anda vivenciando uma série de problemas de saúde desde 2003 quando ele sofreu um acidente de bicicleta quase fatal. Em janeiro de 2020, tornou-se público que ele foi diagnosticado com Parkinson, depois ele teve Covid-19 e chegou até a operar da coluna.

Fonte: MSN

Após fazer ‘piada’ com criança com hidrocefalia, Léo Lins é demitido do SBT

Leo Lins foi demitido do SBT. Segundo informações do portal Em Off, o humorista teria sido desligado da emissora de Silvio Santos após ter feito uma ‘piada’ com uma criança com hidrocefalia durante um show de stand up.

No vídeo que viralizou nas redes sociais, Lins começa citando o “Teleton”, que arrecada fundos ajudando crianças com problemas de saúde, e comentou sobre a história de um menino que vive no interior do Ceará.

“Eu acho muito legal o Teleton, porque eles ajudam crianças com vários tipos de problema. Vi um vídeo de um garoto no interior do Ceará com hidrocefalia. O lado bom é que o único lugar na cidade onde tem água é a cabeça dele. A família nem mandou tirar, instalou um poço. Agora o pai puxa a água do filho e estão todos felizes”, disse Leo Lins.

Na tarde desta segunda-feira (04), o setor de recursos humanos da emissora convocou Lins para informa-lo sobre sua demissão. “Ele não tem mais contrato conosco”, diz a nota da emissora enviada ao site Metrópoles.

De acordo com o Em Off, a decisão do SBT, que foi autorizada por Silvio Santos e a alta cúpula da empresa, é irreversível, já que a família Abravanel é responsável pelo Teleton, arrecadação beneficente que mantém as unidades da Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) abertas em todo o país.

Após a fala do ‘comediante’, alguns internautas detonaram ele na web: “Meu Deus, que vontade de chorar. Como pode isso gente? Como alguém ri disso?”, questionou uma seguidora. “Como pode chegar a esse ponto? Não tem lógica um tipo de ‘piada’ dessa… Deus do céu, toma conta porque tá cada dia mais sem noção e empatia esse mundo”, reagiu outra.

Hidrocefalia é uma condição que se caracteriza pelo acúmulo do líquido nas cavidades internas do cérebro. O fluido extra exerce pressão sobre o cérebro e pode causar danos cerebrais. É mais comum em crianças e idosos. A hidrocefalia é caracterizada pela dilatação da cabeça nos bebês.

Fonte: MSN

Filho de Faustão celebra bariátrica: “Perdi 80kg”

O apresentador João Guilherme Silva, de 18 anos, filho de Faustão, celebrou a realização da cirurgia bariátrica que fez em maio de 2020. De lá para cá, o rapaz perdeu 80kg. Para ele, a maior motivação para o procedimento era a saúde, e não a estética.

“Cheguei a 140k com 15, 16 anos. Muita gente na época criticou [eu ter feito a cirurgia], mas não existe você ficar assim. Não faz bem para a saúde. Foi a melhor decisão que eu tomei na minha vida. Hoje, eu sou outra pessoa. Nunca fui um cara que me sentia mal, sempre levei muito na zoeira. Eu era muito feliz, mas quando você está bem de saúde, você não tem noção de como é diferente”, disse ele ao Podcast Ticaracaticast.

Pesando atualmente 72kg, o filho de Faustão passou pelo processo de emagrecimento na Suíça, onde morou por dois anos para concluir o ensino médio. De acordo com ele, apenas voltou a gostar de comida seis meses após a operação. “A cirurgia corta o hormônio da fome e dá a sensação de saciedade”, explica.

João Guilherme Silva e Schynaider Moura
(Foto: Instagram / @joaosilva)

Fonte: Portal Terra

“Faria tudo de novo”, diz douradense que pedalou ida e volta do RJ com seu pet de estimação na bike

“Vou ali no Rio de Janeiro conhecer o Estádio do Maracanã e já volto…”.

Foi mais ou menos assim, que o ciclista douradense Elizeu Vargas, 48 anos, separado, decidiu pegar estrada junto com o seu fiel amigo, o cachorrinho Billy (7 meses), e fazer um pedal até o Rio de Janeiro, onde, como um bom flamenguista, aproveitou para conhecer o Maracanã.

Vargas, como é conhecido entre os ciclistas, aderiu ao esporte há aproximadamente 4 anos, quando começou pedalar sozinho na cidade, até se ‘enturmar’ em um grupo de ciclismo denominado ‘Bicicréticos’.

E foi nos pedais em grupo onde ele se apaixonou de vez pela modalidade, prova disto aconteceu no dia 10 de maio, quando embarcou com o Billy na garupa de sua bicicleta, com destino ao Rio de Janeiro, com aproximadamente 55 quilos de bagagem, entre os itens: uma barraca, um pequeno fogareiro, agasalhos, uma coberta, garrafa térmica e uma caixa plástica para transportar seu cãozinho de 8 quilos.

O carinho do ciclista ao seu companheiro durante 54 dias de aventura (Foto: João Pires)

Ao Estado Notícias, Vargas contou detalhes sobre a aventura, enquanto pedalava no retorno à Dourados, na tarde de sábado (2), acompanhado pelo seu grupo de ciclismo (incluindo este editor da matéria), que o encontrou em posto de gasolina, em Indápolis.

Ele relatou à reportagem (assista o vídeo no final da matéria), que para realizar o pedal até o RJ, a primeira coisa que fez foi pedir demissão do emprego, onde trabalhou durante anos em propriedades rurais de um conhecido pecuarista de Dourados. Outro detalhe, ele planejou tudo sem contar seus planos para ninguém, exceto as duas filhas, Raísa e a adolescente Talía, que atualizou as redes sociais do pai neste período.

“Não disse nada para ninguém, para não correr o risco de alguém me desanimar”, justificou.

Durante a viagem, Vargas contou que pedalava durante todo o dia e só parava a noite para descansar e se alimentar em algum posto de combustíveis à beira da estrada. “Só parava para comer em algum posto, onde eu sempre pedia autorização para armar a barraca”, afirmou.

Foto: João Pires

Ele também relatou alguns ‘perrengues’ no percurso, como o dia que seu cachorrinho pulou da caixa, após assustar com a buzina de um caminhão. Mas não passou de um susto, pois ele sempre deixava o fiel companheiro amarrado na própria caixa com uma cordinha. “O Billy saltou e logo puxei antes de cair no asfalto”, disse.

“A maioria dos caminhoneiros que buzinavam eram aqueles que já passaram por mim e estavam voltando, inclusive já aconteceu de motoristas passarem e dar a volta e trazer alguma coisa para mim”, completou.

Grupo Bicicretico´s recepcionou o ciclista no sábado (3), em Indápolis (Foto: João Pires)

MARACANÃ

Já no Rio de Janeiro, o ciclista e flamenguista disse que o principal objetivo foi visitar o estádio do Maracanã, onde, segundo ele, chegou “do nada”.

“Cheguei sem avisar ninguém e quando os funcionários do estádio me viram me chamaram para entrar, tiraram fotos, perguntaram de onde eu era e ainda me entregaram uma medalha”, afirmou.

Vargas relata ainda que no estádio foi entrevistado por uma equipe de reportagem, “mas não eram repórteres do flamengo, mas do fluminense”, comentou em tom de brincadeira.

E O CAPACETE?

Quem acompanhou Elizeu Vargas em sua página do Instagram, desde seu retorno partindo do RJ, notou que nos vídeos diários ele sempre estava sem capacete, que segundo o ciclista, esqueceu em uma lanchonete. “Parei para comer uma lanche e acabei esquecendo o capacete e daí não quis voltar para pegar, pois já estava longe”, justificou à reportagem.

EM CASA

Ao todo, Vargas ficou 54 dias longe de casa, retornando à Dourados no sábado, dia 3. Seus últimos 20 km entre Indápolis à Dourados, foi marcado por muita emoção, quando foi recepcionado pela sua filha Talía, que acompanhou o grupo Bicicrético’s durante todo o trajeto até encontrar o pai. “Meu pai mandava os vídeos e eu editava no TikTok para postar no Instagram”, disse. “Às vezes eu ficava preocupada, mas ele estava realizando um desejo dele”, completou a adolescente.

Questionado pelo Estado Notícias com relação a lição de vida após a aventura, afirmou: “Faria tudo de novo”.

ASSISTA:

Crédito: João Pires