terça-feira, 5 de julho de 2022

Em Dourados, ministro diz que Bolsonaro zerou imposto no diesel mas evita falar de CPI da Petrobras

Ministro Ronaldo Bento pediu que os governos estaduais colaborem para redução do preço dos combustíveis

Compartilhar

Ministro Ronaldo Bento, falou aos jornalistas minutos antes de cumprir agenda em uma cooperativa de caminhoneiros em Dourados (Foto: João Pires)

Durante agenda em Dourados, nesta segunda-feira (20), o ministro da Cidadania, Ronaldo Bento, afirmou que uma das principais medidas para atender demanda dos caminhoneiros foi zerar os impostos federal no preço do óleo diesel.

Ele falou à imprensa assim que desembarcou do helicóptero do Governo do Estado, no estacionamento da PRF, onde cumpriu agenda  na Douracoop (Cooperativa de Transportes), localizada na BR-163, saída para Campo Grande.

Apesar do aumento anunciado pela Petrobras, na semana passada, de mais de 14% de reajuste no óleo diesel, o ministro considera que o Governo Federal tem trabalhado para reduzir os preços dos combustíveis e culpa os estados e o Congresso pelos aumentos.

 “O governo federal tem trabalhado para promover uma redução ainda maior e temos feito a nossa parte buscando sensibilizar os governos estaduais desta importância, bem como o Congresso Nacional para que todos estejam imbuídos nesta frente para redução dos preços”, justificou.

Questionado pelo Estado Notícias quanto à possibilidade de uma ‘CPI da Petrobras’, defendida pelo presidente Bolsonaro, o ministro disse; “É com o Congresso”, enquanto foi interrompido por assessores que o acompanharam no evento.

Com duas horas de atraso, Ronaldo Bento chegou em Dourados acompanhado pelo ministra Tereza Cristina (Foto: João Pires)

AGENDA

Com mais de duas horas de atraso, o ministro Ronaldo Bento cumpriu agenda na Douracoop (Cooperativa de Transportes), onde fez a entrega de um ponto de apoio aos caminhoneiros (Estação), que consiste em um ‘escritório container’, composto com ar-condicionado, notebook e smartphone. Também no mesmo local, entregou reservatório de óleo diesel com bomba de abastecimento e, ainda, 15 mil litros de combustível.

A ação faz parte de uma série de benefícios do Governo Federal, inclusos no ‘Projeto Roda Bem Caminhoneiro’.

Durante o dia o ministro ainda participa de um evento na Unigran, com a entrega simbólica do cartão do “Programa Auxílio Brasil” e a assinatura do termo de liberação de recursos financeiros a municípios do MS.

Crédito: João Pires

Mais lidas

Leia mais

Últimas notícias