terça-feira, 9 de agosto de 2022

No primeiro semestre do ano, Guarda Municipal recupera 24 bicicletas furtadas em Dourados

A Guarda Municipal de Dourados (GMD) somente em 2022 já recuperou 24 bicicletas furtadas na cidade. As bikes foram localizadas pelas equipes da GMD durante as ações preventivas nos parques, praças e vias públicas e na realização de abordagens a pessoas em atitudes suspeitas.

Segundo o Diretor de Operações Sérgio Mondadori, desde de 2019 as equipes da Guarda Municipal recuperam 67 bicicletas furtadas e entregaram outras 27 bicicletas a Delegacia de Polícia que foram encontradas abandonadas. Esse trabalho é fruto do empenho e dedicação das equipes da GM e estratégias de trabalho da instituição.

Ontem segunda-feira (28/06) a Guarda Municipal conseguiu recuperar mais uma bicicleta furtada avaliada em aproximadamente R$ 1.400,00.

Os GMs realizavam rondas preventivas no Bairro Jd Tropical por volta das 09h quando abordaram um rapaz de 23 anos em atitudes suspeitas. Durante a conversa com a guarnição o jovem disse que comprou a bicicleta de um desconhecido por R$ 150,00 e que desconfiava que poderia ser furtada. Foi realizada a checagem no sistema policial SIGO e foi constado o furto.

Diante da situação o foi encaminhado a Delegacia de Polícia Civil juntamente com a bicicleta furtada recuperada para as providências legais. A vítima que teve a bicicleta furtada em março deste ano foi informada e pode recuperar o bem.

A Guarda Municipal de Dourados mantém os telefones 153 e 199 a disposição da população funcionando 24h/dia para denúncias, informações e reclamações.

Fonte: Assessoria GMD

Com baixa procura, vacinação contra gripe atinge 48% de cobertura em MS

Nem mesmo as duras e recentes lembranças de luta contra a Covid-19 foram capazes de levar o sul-mato-grossense ao posto de saúde para se vacinar contra a gripe em 2022. A dez dias do fim do prazo, que encerra em 24 de junho, a campanha de imunização contra a influenza registra cobertura vacinal de 48,2% em todo o Estado – índice considerado baixo por especialistas.

A meta é imunizar pelo menos 90% de cada um dos grupos prioritários, formados por crianças, gestantes, idosos, indígenas, professores, puérperas e trabalhadores da saúde. Entretanto, a procura tem sido baixa em todos eles, apontam dados da SES (Secretaria de Estado de Saúde).

Entre as crianças, a cobertura vacinal registrada até o momento é de 39,1%. Entre as gestantes, 31,9%. Já o grupo formado pelas puérperas tem cobertura vacinal de 33,3%.

O público-alvo que mais se vacinou até o momento é formado pelos trabalhadores em saúde (58,2%), povos indígenas (56,7%) e idosos (50,9%). Já o grupo dos professores tem cobertura vacinal de 47,1%. Mesmo assim, os índices são considerados baixos para todos os grupos.

Em Mato Grosso do Sul, apenas quatro dos 79 municípios atingiram ou superaram a meta de cobertura vacinal: Aral Moreira (112%), Santa Rita do Pardo (100,9%), Novo Horizonte do Sul (98,1%) e Sete Quedas (90,5%).

Na outra ponta do ranking da vacina, os municípios com menor eficiência na campanha são Corguinho (16%), Água Clara (27,1%), Ponta Porã (28,7%), Ribas do Rio Pardo (35%) e Rio Brilhante (37,4%).

Campo Grande tem cobertura de 37,7%, Dourados de 38,3% e Três Lagoas de 55,1%.

Campanha prorrogada por baixa procura

A baixa adesão da população e a proximidade do início do inverno fizeram o Ministério da Saúde prorrogar o fim da campanha de 3 para 24 de junho. Entretanto, mesmo com prazo maior, os grupos prioritários não têm comparecido às unidades de saúde em busca da vacina.

O secretário estadual de Saúde, Flávio Britto, alerta a população sobre  importância da imunização. “Nós precisamos que a população se vacine, principalmente, que os idosos procurem as unidades de saúde para se imunizar. Neste ano, o frio chegou mais cedo ao Estado e é importante que todos os públicos estejam protegidos. Nós pedimos também para que os pais levem as crianças para se vacinar, menores de cinco anos, tanto para Influenza quanto o Sarampo. Protejam o que nós temos de mais precioso que são as nossas crianças”, afirma.

Em Mato grosso do Sul, cada município é responsável por desenvolver a própria estratégia de imunização, explica a SES. O Estado recebeu do Ministério da Saúde, 304 mil doses de vacina contra a influenza, que foram repassadas às 79 prefeituras.

Fonte: Portal do MS

Produtores rurais conhecem drone para pulverização e semeadura de grandes propriedades

No início do capítulo 64 da novela Pantanal, da TV Globo, que foi ao ar na última quinta-feira (9), o personagem Jove (Jesuíta Barbosa) ganha um drone, presente de aniversário de sua avó. Quando questionado por sua tia Irma (Camila Morgado) sobre o “brinquedo”, Jove diz que o drone é muito mais que isso, vai otimizar o controle das fazendas, sobrevoando áreas sem gastar combustível. E isso não é apenas ficção. Neste sábado (11), produtores rurais da Grande Dourados conheceram um drone que pode fazer o trabalho de pulverização de defensivo agrícola, semeadura, mapeamento, proporcionando um trabalho mais seguro, econômico e com energia limpa.

Representantes da 3D Agrotech Engenharia e Agrotecnologia estiveram na Fazenda Olho D’Água, zona rural de Dourados, para demonstrar o funcionamento do drone DJI Agras T-30, uma das novidades no segmento. O aparelho é produzido na China, importado pela empresa sediada em São José dos Pinhais-PR e com certificado na Anatel. Esse modelo levanta voo com até 30 litros de defensivo ou 40 kg de sementes. A bateria tem autonomia de aproximadamente 25 minutos e a carga total é feita em até 12 minutos.

A apresentação técnica foi feita pelo engenheiro agrônomo Scheehad Olesko Schafhauser, um dos sócios da empresa. Ele fez desde sobrevoo de demonstração, até pulverização real em uma área de cultivo de milho na propriedade, explicando detalhes de cada manobra e aplicação possível com o equipamento, que trabalha com controle manual de um operador ou automaticamente, cobrindo uma área previamente definida.

“Aplicação é feita de uma altura de até três metros da cultura, direcionando o defensivo com alta precisão, proporcionando economia e redução de até 70% na água utilizada. Além disso, a segurança para o operador é total, já que ele fica longe do produto, evitando risco de intoxicação”, explica. Segundo Olesko, o modelo apresentado é o ideal para as grandes propriedades no Mato Grosso do Sul. “Nos estados do Paraná e Santa Catarina, por exemplo, temos propriedades menores e o modelo T-10 acaba sendo o mais indicado. Para o MS trouxemos o T-30 que é mais robusto, com maior produtividade, atingindo até 126 hectares por dia”.

Foto: Divulgação

Retorno certo

Para o engenheiro, o retorno do investimento para o produtor é certo, variando entre um e dois anos. “Alguns produtores que nos procuram fizeram os próprios cálculos e, com o uso e prestação de serviços, tinham esse investimento de volta em um ano. Outros com apenas uso próprio, considerando o que se evita com as perdas no esmagamento, esse retorno pode acontecer em dois anos”, explica.

Esse fator favorável é confirmado pelo produtor rural Lúcio Flávio Lutz Cabral, proprietário da fazenda onde foi feita a demonstração. Segundo ele, a perda com esmagamento é, em média, entre duas e três sacas por hectare, prejuízo que, com o drone, seria quase que totalmente evitado, aumentando a produção. “Se ganha de várias formas. Além de se evitar o esmagamento, se economiza com manutenção e combustível para o maquinário”, detalha Cabral.

Também acompanhando a apresentação, Eurides Carlos Rocha, produtor e agrônomo, explica a vantagem na aplicação do defensivo com o drone. “O molhamento é melhor e aumenta a área de cobertura da planta, inclusive atingindo a parte baixa, ou terço inferior, onde, com a pulverização feita tradicionalmente, é a mais vulnerável às pragas”.

Tanto Lúcio Flávio quanto Eurides acreditam que a nova tecnologia vai fazer parte da rotina das propriedades rurais em breve. “É o futuro se aproximando”, concluem.

No Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, a 3D Agrotech é representada pela MS Drone, com profissionais capacitados para dar o suporte necessário ao produtor rural na escolha do melhor equipamento. Além disso, na entrega técnica é feito todo o treinamento, o equipamento já vem com o certificado e registro da aeronave. A empresa disponibiliza o número (67) 99258-2660 para contato direto ou por aplicativos de mensagem. “Nós cuidamos de toda parte legal para o produtor se preocupar apenas com o seu trabalho”, completa Olesko.

Fonte: Assessoria

Ministério da Saúde recomenda quarta dose da vacina contra a Covid para pessoas acima de 50 anos

Em nota técnica divulgada neste sábado (4), o Ministério da Saúde recomenda a quarta dose da vacina contra a Covid para pessoas acima de 50 anos.

A iniciativa já havia sido anunciada na quinta-feira (2) pelo ministro Marcelo Queiroga. Agora, a pasta tornou a decisão oficial.

Até então, o ministério só recomendava a quarta dose para pessoas com 60 anos ou mais, além de imunossuprimidos. Mas algumas cidades já haviam se decidido a fazer a aplicação em maiores de 50.

A nota técnica, escrita pela Secretaria de Enfrentamento à Covid, um órgão do ministério, afirma que, apesar de haver poucos dados sobre a o tamanho do benefício da quarta dose, o aumento nos casos de Covid justifica a estratégia de ampliar a aplicação desse reforço.

“Embora existam, até o momento, poucos dados em relação à magnitude e duração do benefício de uma segunda dose de reforço com vacinas Covid-19, diferentes estratégias de vacinação devem ser utilizadas com base na situação epidemiológica e na disponibilidade de vacinas. O surgimento de novas variantes de preocupação e tendência de aumento do número de casos de Covid-19, também devem ser considerado, sobretudo para recomendações a grupos mais vulneráveis e expostos”, afirmou a secretaria.

Queda de mortes, aumento de casos

O Brasil registrou, em maio, 3.176 mortes pela Covid-19, o menor número mensal desde o início da pandemia, em março de 2020.

Apesar da queda nas mortes, há uma tendência de alta nos casos de Covid. A média móvel de novos casos por semana vista na terça-feira (31) foi a maior em dois meses – e 48% maior do que a de duas semanas atrás.

Fonte: Portal G1

Uso de máscaras segue obrigatório em unidades de saúde em Dourados

A pandemia da covid-19 permanece e os cuidados para evitar o contágio pelo coronavírus devem ser mantidos e a máscara continua sendo um dos métodos mais efetivos. O uso foi flexibilizado no último decreto municipal que regulamenta medidas de prevenção, com uma ressalva: o uso de máscaras segue obrigatório em todas as unidades de saúde de Dourados.

Apesar de facultativo em ambientes abertos ou fechados de lojas, supermercados, shopping center, o decreto, publicado no dia 14 de março, manteve a obrigatoriedade em pontos de Estratégias de Saúde da Família, postos de saúde, policlínicas, hospitais, clínicas médicas e laboratórios, bem como para pessoas com sintomas gripais e com diagnóstico de Covid-19 confirmado.

Mesmo o item ser obrigatório nesses locais, casos de pacientes que chegam às unidades de saúde sem máscara e insistem em permanecer assim, aumentaram, causando episódios de desconforto entre funcionários e demais pessoas. A ação, nestes casos, é de orientação para que o uso do acessório seja seguido.

De acordo com o diretor da Unidade Básica de Saúde da Cachoeirinha, Felipe Almeida, era feita distribuição de máscaras descartáveis, mas o número de pessoas que chegavam sem o item aumentou muito, o que inviabilizou esse fornecimento. Mas ele ressalta que ainda assim as pessoas não deixaram de ser atendidas. “Procuramos fazer um trabalho de orientação. Seguimos com o atendimento e solicitamos que na próxima consulta, retornem usando máscara”, explica.

Mesmo assim, Felipe explica que a situação está se tornando recorrente e preocupa. “Uma unidade de saúde é, naturalmente, o local onde a possibilidade de circulação de vírus, dos mais diversos, é maior. Por isso a importância de todos usarem máscara sempre. É um meio de proteção para os pacientes, para os funcionários e toda a comunidade”, concluiu.

O secretário municipal de Saúde, Waldno Lucena Júnior, reforça a importância de seguir as orientações. “O uso de máscaras faciais vem sendo indicado pela OMS como parte integrante do conjunto abrangente de medidas a serem adotadas para o controlar e evitar a disseminação do vírus, em ambientes médicos e hospitalares esse uso é primordial”, pontua.

Fonte: Assecom

Amantes de café podem ter menor risco de morte prematura, diz estudo

As pessoas que tomam café – com ou sem açúcar – têm menor risco de morte prematura. No entanto, os peritos alertam que a descoberta pode não estar ligada somente a esse consumo.

No Reino Unido são bebidas diariamente cerca de 98 milhões de xícaras de café. Nos Estados Unidos, esse número sobe para 517 milhões.

Estudos anteriores sugeriam que o café pode ser benéfico para a saúde, com o seu consumo associado a menor risco de doença hepática crónica, a certos tipos de câncer e até a demência.

Para os pesquisadores, os resultados podem se dever ao fato de os consumidores de café serem mais ricos

Cientistas chineses descobriram que consumidores de quantidade moderada de café todos os dias, com ou sem açúcar, tinham risco de morte mais baixo, durante um período de sete anos, do que não consumidores.

Resultados semelhantes foram encontrados para o café instantâneo, moído e descafeinado.

O estudo baseia-se em dados de participantes do BioBank – que recolheu informações genéticas, de estilo de vida e de saúde de mais de 500 mil pessoas, desde o início de 2006, incluindo detalhes sobre hábitos de consumo de café dos participantes.

A equipe utilizou dados das certidões de óbito para rastrear os participantes, durante um período médio de sete anos, a partir de 2009.

Depois de ter em conta fatores como idade, sexo, etnia, nível de formação, tabagismo, quantidade de atividade física, índice de massa corporal e dieta, os investigadores verificaram que, em comparação com os que não bebiam café, as pessoas que o bebiam sem açúcar tinham menos risco de morte.

A maior redução, um risco de menos de 29%, foi observada nos que bebiam de 2,5 a 4,5 xícaras de café por dia.

As reduções no risco de morte também foram observadas para o café adoçado com açúcar, pelo menos para os que bebiam de 1,5 a 3,5 xícaras diariamente. A tendência era menos clara para os que utilizavam adoçantes artificiais.

Fonte: Agência Brasil

MS conquista 1º lugar nacional em categoria do Festival Sesi de Robótica, em SP

Conquista inédita para Mato Grosso do Sul! Pela primeira vez, uma equipe sul-mato-grossense fica em primeiro lugar nacional no Festival Sesi de Robótica. O feito foi realizado pela MegaMentes, da Escola Sesi de Dourados. A equipe faturou o troféu na categoria técnica Design de Robô da modalidade FIRST LEGO League (FLL). A premiação foi entregue no último domingo (29/05), no Pavilhão da Bienal em São Paulo (SP), durante a cerimônia de encerramento do festival.

A MegaMentes é formada apenas por meninas: Alice Rui Tavares, Ana Almeida, Julia Ozorio, Maria Eduarda da Silva Kuhn e Maria Eduarda Santos. Elas se destacaram em um evento que, também de forma inédita, contou com maioria de participação feminina entre os mais de 1,2 mil alunos inscritos de todo o país: 53%.

Emocionada após a conquista do título, a aluna Ana Almeida exaltou o aprendizado adquirido por meio da robótica. “Mesmo se a gente não tivesse ganhado nenhum prêmio, teríamos aprendido muito. O que aprendemos é mil vezes mais importante do que aquilo que ganhamos. Vamos segurar esse troféu com orgulho, sendo a primeira equipe de Mato Grosso do Sul a conseguir um primeiro lugar no nacional, e ainda composta só de mulheres”.

O articulador de robótica da MegaMentes, professor Wesley Sarati Coelho, não conteve as lágrimas ao receber o troféu junto com as alunas. “Essa premiação vem coroar nosso trabalho, do Sesi MS e de Dourados, e a dedicação incrível dessas meninas, que treinaram incessantemente. Agora é só agradecer e comemorar”, disse.

Na modalidade FIRST Tech Challenge (FTC), outra equipe formada só por meninas subiu ao pódio. A Just Girls, da Escola Sesi de Aparecida do Taboado, recebeu o prêmio de 2º lugar na categoria técnica Prêmio dos Juízes. Essa é uma premiação oferecida às equipes que se esforçaram ou que tiveram um desempenho que merece reconhecimento.

Em nome da equipe, a líder Gabrielly Dias agradeceu aos familiares e professores pelo apoio para disputar o nacional. “Estamos aqui representando todas as mulheres. Vocês podem. Lugar de mulher é onde ela quiser. Quero agradecer em especial a essas meninas, porque só nós sabemos o quanto a gente sofreu, quantas noites a gente passou acordada, fazendo de tudo para que esse dia chegasse. No ano que vem tem mais”.

MS em destaque na FTC e na F1 in Schools 

A edição 2022 do festival ficará na memória das equipes sul-mato-grossenses pelos expressivos resultados alcançados. Ainda na FTC, a Tera Robotic’s, da Escola Sesi de Três Lagoas, obteve um inédito oitavo lugar na classificação geral. Feito que a credenciou para fazer parte da disputa das alianças, no último dia de competição, ao lado de outras duas equipes.

A Tera Robotic’s e as demais equipes de sua aliança foram derrotadas na semifinal, ficando sem chance de lutar por troféus e medalhas. Para o integrante Gabriel Martins Fernandes Santos, o resultado só engrandece o nome da equipe três-lagoense. “Caímos na chave contra uma das melhores equipes de FTC do Brasil e acabamos perdendo. Mas isso não muda o fato de que a gente deu o melhor de si e conseguiu um grande resultado. É óbvio que é uma sensação de frustração, mas no fim tudo valeu a pena. Sentimos muito orgulho do que fizemos para chegar até aqui”, afirmou.

Orgulho também é a sensação descrita pelos componentes da Peregrine Race, da Escola Sesi de Campo Grande, estreante na modalidade F1 in Schools. Não bastasse o nervosismo que é normal em estreias, os alunos tiveram de descobrir só na hora da competição como o carrinho se comportaria na pista. Mesmo diante das dificuldades nos treinos e o curto período de preparação, a equipe não se intimidou e chegou até a fase de mata-mata da disputa.

“O campeonato foi emocionante pelo fato de a gente não ter testado o carro antes. Usamos softwares para verificar a aerodinâmica do carro. Se a física estava certa, então o carro iria permanecer no chão e correr corretamente. Tudo isso na teoria. Acabou dando tudo certo. Conseguimos bons tempos de reação em todos os disparos. É uma sensação gratificante chegar aqui e competir em nível nacional depois de tão pouco tempo de preparação, cerca de três meses. Nosso esforço valeu a pena”, contou o piloto Nikoulas Teslenco.

Fonte: Diário MS

Prefeitura de Dourados recebe 1.100 novos computadores para a Educação

Na manhã desta segunda-feira (30), o prefeito Alan Guedes acompanhou a chegada do restante dos 1.100 computadores e mobiliários que serão usados nas escolas, Ceim’s e também na Semed (Secretaria Municipal de Educação).

“Mais um investimento importante para as nossas escolas. Em algumas unidades haviam máquinas com quase 20 anos, muito ultrapassadas, mas agora, esse problema encontra o fim”, disse o prefeito Alan Guedes.

Segundo a secretária de Educação, Ana Paula Benitez Fernades, o processo para a renovação das máquinas começou no ano passado através de um estudo feito pelo Núcleo de Tecnologia Educacional da pasta. “Foi feito um levantamento de quantas máquinas cada escola possuía e quantas conseguiríamos colocar. Tem escola que comporta 25 máquinas, mas tem também aquelas que só comportam 10. Então, todo esse processo foi importante para alocar os computadores conforme a demanda”, explica.

O prefeito Alan Guedes acompanhou a chegada do restante dos 1.100 computadores e mobiliários que serão usados nas escolas (Foto: Assecom)

Alan também acompanhou a distribuição do novo mobiliário no administrativo da Semed. Os servidores receberam mesas, cadeiras e computadores novos, possibilitando a agilidade dos trabalhos. “Nossos servidores usavam computadores que travavam, não rodavam bem os programas necessários e também estava em mobiliário desconfortável que poderia trazer danos à saúde, agora vão trabalhar com qualidade e a dignidade que merecem”, disse o prefeito.

A servidora Ana Lúcia agradeceu a ação. “Muito obrigada Alan, são 21 anos esperando mesa, cadeira e um computador melhor para trabalhar”, disse feliz.

A próxima fase do trabalho para a entrega dos computadores será o registro de todas as máquinas no patrimônio da Prefeitura. “A equipe já está organizada, faremos um mutirão para dar mais celeridade ao trabalho. O nosso T.I já está a postos para fazer a entrega e deixar tudo funcionando para professores, diretores, coordenadores e alunos”, acrescenta Ana Paula.

Os computadores foram adquiridos através de adesão de ata. O valor do investimento é de R$ 5.775.00,00 e foi custeado com recursos próprios e do FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica).

Fonte: Assecom

Com terceira queda seguida, dólar fecha o dia cotado a R$ 4,80

Após ter fechado o pregão da última sexta-feira (20) com queda de 0,98%, o dólar continuou a recuar frente ao real nesta segunda (23), e fechou o dia cotado a R$ 4,8075 – queda de 1,31% e bem abaixo da média móvel linear dos últimos 50 dias.

No acumulado do mês de maio, a moeda norte-americana já recuou 2,79%. Com o desempenho, o dólar acumula queda de 13,7% em 2022. Depois de disparar no primeiro trimestre, o real perdeu fôlego a partir de abril, e se mantinha abaixo das máximas do ano, oscilando praticamente em sincronia com a performance do dólar no mercado internacional.

Na bolsa de valores, o Ibovespa fechou o dia no maior patamar em quase um mês, diante de ganhos em Nova York e impulso de ações de commodities locais.

Grandes bancos e a Petrobras foram as empresas que impulsionaram a alta. Segundo a agência de notícias internacionais Reuters, o Ibovespa subiu 1,93%, a 110.582,52 pontos, terceira alta seguida e maior fechamento desde 25 de abril. O volume financeiro foi de 23,3 bilhões de reais.

Fonte: Agência Brasil

Receita aguarda quase 12 milhões de declarações a 15 dias do fim do prazo

Faltando 2 semanas para o fim do prazo, a Receita Federal ainda aguarda quase 12 milhões de declarações do Imposto de Renda 2022. Até as 11h desta segunda-feira (16) foram 22.288.470 documentos entregues – cerca de 65% das 34,1 milhões de declarações esperadas este ano.

O prazo para enviar o documento sem multa termina em 31 de maio.

É obrigado a declarar IR em 2022:

Quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2021. O valor é o mesmo da declaração do IR do ano passado;

Contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no ano passado;

Quem obteve, em qualquer mês de 2021, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;

Quem teve isenção de imposto sobre o ganho de capital na venda de imóveis residenciais, seguido de aquisição de outro imóvel residencial no prazo de 180 dias;

Quem teve, em 2021, receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 em atividade rural;

Quem tinha, até 31 de dezembro de 2021, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil;

Quem passou para a condição de residente no Brasil em qualquer mês e se encontrava nessa condição até 31 de dezembro de 2021.

 Lotes de restituição

De acordo com a Receita Federal, serão disponibilizados cinco lotes de restituição neste ano, nos dias:
31 de maio;
30 de junho;
29 de julho;
31 de agosto; e
30 de setembro.

Fonte: Portal G1

Produtores rurais esperam recorde da safra do milho 2021/2022

Os produtores rurais de Dourados e região esperam a segunda safra do milho 2021/2022 recorde, chegando a 80 sacas por hectare. Em 2020, esse resultado foi frustrante e oscilou entre 40 a 50 sacas por hectare.

“A expectativa para a colheita do milho este ano é bem melhor, se comparada com a safra passada, quando foi frustrante, devido à seca e a geada que nossa região enfrentou”, afirmou o produtor rural e engenheiro agrônomo, Pedro Lima da Costa.

Nesse cenário de boas expectativas acontece a 56ª Expoagro em Dourados, maior feira agropecuária de Mato Grosso do Sul. O evento, de 13 a 22 de maio no Parque de Exposições João Humberto de Carvalho, contará com uma vasta programação de palestras, workshops, dias de campo, todas voltadas aos produtores rurais, estudantes e trabalhadores do campo.

Conforme o engenheiro agrônomo Pedro Lima, em 2021, foram colhidos “em torno de 40, 50 sacas por hectare, e este ano, esperamos chegar a 80, isso considerando precipitação pluviométrica (chuva) normal e até o momento, ausência de frio”, afirmou.

Dados do Siga MS (Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio), em Dourados, por exemplo, apontam que do total de 159.910,63 de área plantada, 80% é considerada ‘bom’ e 20% ‘regular’. Índice que se mantém aos demais municípios do Sul do Estado (Itaporã, Douradina, Deodápolis, Angélica, Ivinhema, Glória de Dourados, Fátima do Sul, Vicentina, Caarapó e Juti).

Outra expectativa, na avaliação de Pedro Lima é quanto à 56ª Expoagro, que este ano volta com atividades presenciais. “Há uma ansiedade por parte de todos para essa volta, e quanto os produtores rurais, a espera se deve ao fato da troca de experiência e todo o conhecimento e tecnologia que a feira oferece”, disse.

Brasil

Recentemente, a consultoria Datagro elevou sua estimativa para a safra brasileira de milho 2021/22, incluindo produção de verão e inverno, de 118,31 milhões de toneladas previstas em março, para 118,73 milhões de toneladas. Se confirmado, o volume será 35% maior do que o colhido na temporada 2020/21, de 87,72 milhões de toneladas.

A área plantada com o cereal na safra 21/22 também foi elevada. Deve crescer 9% na comparação com a temporada anterior, de 20,47 milhões de hectares para 22,21 milhões de hectares.

Para a safra de milho verão, a consultoria aumentou a previsão de produção de 24,74 milhões de toneladas para 24,80 milhões de toneladas – sendo 17,95 milhões de toneladas do Centro-Sul e 6,85 milhões de toneladas do Norte/Nordeste.

Fonte: Assessoria

Motorista embriagado causa colisão frontal e vai preso pela Guarda Municipal de Dourados

Um jovem de 22 anos foi preso pela Guarda Municipal de Dourados (GMD) após provocar uma colisão frontal e ser flagrado dirigindo embriagado.

O acidente de trânsito ocorreu ontem (08) na rua Aquidauana, próximo das 22h. Segundo relatos do próprio autor, ele começou a beber por volta das 15h e ao trafegar com seu veículo VW Gol tentou realizar uma ultrapassagem na contramão de direção e colidiu frontalmente com veículo GM-Onix que estava em direção oposta.

O rapaz que estava visivelmente embriagado, com odor etílico e falta de equilíbrio foi reprovado no bafômetro com valor de 0,84 mg/l, caracterizando crime de trânsito.

Diante da situação foi preso pela GM e levado ao DEPAC para as providências legais.

Fonte: Assessoria GMD

WhatsApp permitirá grupos de até 512 pessoas, mas só após eleição

O WhatsApp anunciou nesta quinta-feira (5) que ampliou de 256 para 512 o limite de participantes de grupos, exceto no Brasil. Por aqui, a mudança será liberada somente depois das eleições.

A plataforma também anunciou que o recurso de reações às mensagens e o envio de arquivos de até 2 GB já estão disponíveis. Neste caso, as novidades foram liberadas para os usuários na versão mais recente do aplicativo.

Segundo o WhatsApp, o novo limite para grupos será implementado posteriormente no Brasil devido à sua estratégia de longo prazo para o país.

Em fevereiro, o aplicativo firmou um acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para combater a desinformação durante o processo eleitoral de 2022. O serviço se comprometeu a não realizar nenhuma mudança significativa de produto no país antes das eleições.

Anunciado em abril, o WhatsApp Comunidades, recurso que agrega diferentes grupos em um espaço compartilhado para administradores alcançarem milhares de pessoas de uma só vez, também chegará ao país somente após as eleições.

Com a atualização, o WhatsApp liberou seis opções de reações para as mensagens:

A ideia, segundo o aplicativo, é que os usuários economizem tempo e tornem as conversas mais divertidas.

Pesquisa do Procon/MS encontra variação de até 257,14% nos presentes para os Dia das Mães

A Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), divulgou pesquisa de preços dos produtos escolhidos como presentes nos Dias das Mães, como flores, perfumes, relógios e aparelhos celulares.

A pesquisa realizada no período de 26 de abril a 02 de maio em diversos estabelecimentos especializados para detectar as possíveis diferenças nos valores de comercialização.

As flores apresentaram maior variação de preços. O vaso pequeno de violeta teve variação de 257,14%, sendo o maior valor, de R$ 25,00 nas floriculturas Jardim do Édio e Marrocos, e com o menor valor, de R$ 7,00, na Tom Mudas. A menor variação foi de 20,00%, do Buquê com 3 Rosas Nacional, sendo o maior valor R$ 60,00 na Corbélia Flores e o menor valor, R$ 50,00, nas floriculturas Jardim do Édio, Lilys Blak, Marrocos, Nicareta e Rosalândia.

Os celulares tiveram variação de até 65,44%. O celular Smartphone Sansung S20 FE 128GB foi encontrado por R$ 4.299,90 na Havan e o menor valor (R$ 2.599,00) na Casas Bahia. A menor variação foi de 4,00% no Motorola Moto E7 Plus 64GB, sendo o maior valor, de R$ 1.299,00, na Casas Bahia, e o menor valor, de R$ 1.249,00, na C&A.

Entre os relógios, a maior variação foi no Relógio Lince Pulseira de Metal, com maior valor sendo R$ 289,99 C&A e o menor valor, de R$ 179,99, na Pernambucanas (variação de 61,11%). A menor variação (5,27%) no Relógio Condor Pulseira de Couro, sendo o maior valor de R$ 199,90 na Riachuelo e o menor valor de R$ 189,90 na Pernambucanas. No comparativo anual observou-se que nos itens Relógios, dos 9 comparados 2 tiveram decréscimo e o relógio Samart Watch apresentou menor variação, de 21,73%; já o relógio Mondaine pulseira metal ficou com menor variação, de 7,22%, 2 tiveram decréscimo.

No quesito perfumaria, a maior variação (43,50%) foi encontrada no perfume Flower By Kenzo feminino EAU de Parfum 30ml, vendido a R$ 329,90 na Renner e a R$ 229,90 na Riachuelo. A menor variação foi de 2,36% no preço do Miss Dior Feminino Eau de Parfum 100ml, sendo o maior valor R$ 829,00 na Anne Gachet e o menor valor, de R$ 809,90, na Renner e na Riachuelo. No comparativo Anual, a maior variação foi de 29,33% no Mis Dior Eau 30ml e a menor variação de 5,27% no Britney Spears Fantasy feminino Eau de Toilette 30ml.

Fonte: Portal do MS

Dourados inicia segunda etapa de vacinação contra gripe e sarampo

A Prefeitura de Dourados, por meio do do núcleo de imunização da Sems (Secretaria Municipal de Saúde), informa que a partir desta terça-feira (3), começa a segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe e Sarampo, que amplia o grupo prioritário. As doses estão disponíveis nas Unidades de Saúde com atendimento das 7h às 11h, das 13h às 17h.

Nesta nova fase, podem se vacinar:

• Crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias) – sarampo e influenza;

• Gestantes e puérperas;

• Povos indígenas;

• Professores;

• Comorbidades;

• Pessoas com deficiência permanente;

• Forças de segurança e salvamento e Forças Armadas;

• Caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso;

• Trabalhadores portuários;

• Funcionários do sistema prisional;

• Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas;

• População privada de liberdade.

Segundo dados do Ministério da Saúde, até hoje, o município vacinou 17,7% do público alvo contra a influenza, sendo aplicadas 13.793 doses. A meta é vacinar 77 mil pessoas. A vacina Influenza trivalente utilizada pelo SUS é eficaz contra as cepas H1N1, H3N2 e tipo B.

“Se você faz parte do grupo desta nova fase da campanha procure uma unidade de saúde com documento e a carteira da vacinação. Vale reforçar que a Influenza é uma doença infecciosa, aguda, transmissível e extremamente contagiosa, podendo evoluir com complicações e óbito, por isso a importância da imunização”, explica Edvan Marcelo Morais Marques, secretário adjunto de Saúde.

É importante destacar que as crianças precisam receber, além da vacina contra a Influenza, o imunizante contra o Sarampo. Não há necessidade de cumprir intervalo para a aplicação das doses. Dessa forma, as duas vacinas poderão ser administradas no mesmo dia.

Desde a primeira etapa, os profissionais de saúde também podem atualizar a carteira de vacinação com vacina tríplice viral. A campanha vai até o dia 3 de junho em todo o País.

Fonte: Assecom