terça-feira, 5 de julho de 2022

Projeto da ponte na Hayel Bon Faker está pronto e obra deve iniciar nos próximos dias

Construção deve começar logo após a conclusão do processo licitatório, diz líder do prefeito na Câmara

Compartilhar

Projeto prevê ponte pré moldada com 12 metros de comprimento e 16 m de largura (Foto: Ilustrução)

A Prefeitura de Dourados, por meio da Semop (Secretaria Municipal de Obras), já finalizou o projeto da ponte na avenida Hayel Bon Faker. As informações foram confirmadas pelo vereador e líder do governo na Câmara, Sérgio Nogueira, que nesta segunda-feira (13) usou a tribuna do Legislativo Municipal para detalhar as informações do projeto.

De acordo com Nogueira, o projeto soluciona de forma definitiva as demandas da região. “Assim que ocorreu o problema, as equipes da prefeitura identificaram outros pontos críticos no local. O novo projeto não só arruma o que estava estragado, mas corrige também problemas com a drenagem na região”, disse.

Com o projeto já pronto, a obra deve iniciar logo após o processo de licitação (Foto: Ilustração)

A previsão do município é que ainda terça-feira (14) o projeto seja enviado para empresas com capacidade para realizar a obra.

Durante os estudos, os técnicos identificaram uma rede de drenagem que estava toda trincada. Para solucionar o problema, todo o cálculo foi refeito e a linha trincada com cerca de 40 metros de comprimento deverá ser trocada.

Ponte será construída no local onde ocorreu desmoronamento por conta do excesso de volume de águas pluviais, próximo do BNH 3º Plano (Foto: Divulgação)

Além disso, o projeto encaminhado para as empresas apresenta uma ponte com infraestrutura e mesoestrutura moldada in loco e a mesa da ponte pré moldada, com 12 metros de comprimento e 16m de largura, sendo 10m de pista de rolamento e 3m de calçada em cada lado de passeio público.

Ainda serão instaladas 4 bocas de lobo duplas duas em cada lado antes de chegar na ponte. De acordo com o projeto, essa foi uma forma de solucionar o escoamento da água que irá desaguar no córrego para evitar novas erosões.

Redação

Mais lidas

Leia mais

Últimas notícias